Tricolor desiste de “leilão” por Vargas e vê Grêmio perto de chileno

O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, admitiu na noite desta segunda-feira que o clube não tem mais interesse na contratação do atacante chileno Eduardo Vargas, do Napoli. De acordo com o dirigente, a pedida muito alta fez o tricolor abandonar o “leilão” que a equipe italiana fazia. Juvenal também acredita que o Grêmio seja o destino do atleta, destaque da Copa Sul-americana de 2011.

Depois de aceitar os dois primeiros valores pedidos pelo Napoli, a equipe desistiu diante da imposição de 1,5 milhões de euros (cerca de R$ 4 milhões) por um ano de empréstimo e uma cláusula que permitiria aos italianos exigir o retorno de Vargas a qualquer momento, sem compensação financeira ao clube do Morumbi.

Insatisfeito com o desfecho das conversas para ter o chileno, Juvenal Juvêncio ironizou o modo que os dirigentes do Napoli conduziram a negociação. “O São Paulo não concordou. Não vou entrar nesse leilão. Somos crianças pequenas perto dos italianos”, alfinetou o presidente, que considerava Vargas o substituto ideal para Lucas, vendido aos paris Saint-Germain, da França.

Durante esta quinta-feira, a imprensa da Itália já havia colocado o atacante no Grêmio. Para Juvenal Juvêncio, o clube gaúcho está muito próximo de fechar a contratação de Vargas e um advogado já estaria em Porto Alegre finalizando os detalhes da transferência por parte do Napoli.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*