Ministro Aldo Rebelo confirma ajuda ao São Paulo em caso Breno

O São Paulo conta com a ajuda do governo brasileiro no processo de liberação do zagueiro Breno. Em evento realizado nesta segunda-feira, no Yatch Clube Santo Amaro, o ministro do Esporte Aldo Rebelo confirmou a informação divulgada pelo LANCE!Net em dezembro do ano passado.

– Há alguns meses, o Ministério do Esporte foi procurado pela família do Breno. Nós entramos em contato com o nosso consulado, a nossa embaixada na Alemanha. Já tivemos no mesmo momento o retorno do acompanhamento e da assistência que estão sendo dados à familia e ao Breno. Fui procurado pelo presidente Juvenal Juvêncio, do São Paulo, atualizamos as informações e o acompanhamento consular está sendo feito de forma permanente – disse o ministro.

A fiança para Breno deixar a prisão é de 500 mil euros. No entanto, os advogados envolvidos no caso esperam conseguir um habeas corpus que libere o zagueiro da prisão antes da revisão do processo, que deve acontecer no mês de fevereiro.

O São Paulo, que fez um contrato com Breno em outubro do ano passado, busca um clube alemão para emprestá-lo. Com emprego fixo na Alemanha, ele tem mais chances de ter a pena reduzida.

Ainda de acordo com Rebelo, não há nada que seu ministério possa fazer além de auxiliar a família do jogador e o próprio atleta.

– Não ajudaria uma tentativa de interferir. A assistência que oferecemos aos cidadãos que precisam no exterior está sendo feita da maneira mais adequada possível. O que desejamos é que a solução seja encontrada da forma mais rápida possível – completou.

Em julho do ano passado, o zagueiro foi condenado a três anos e nove meses de prisão por ter colocado fogo em sua própria casa. Breno tem 23 anos e foi revelado pelo Tricolor. Ele se destacou no Brasileirão de 2007 e se transferiu para o Bayern (ALE).

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*