Tricolor de Ney Franco fecha ‘turno’ com desempenho abaixo de 50%

O técnico Ney Franco concluiu no domingo, diante do Coritiba, um turno (enfrentou os 19 adversários) do Campeonato Brasileiro no comando do São Paulo. Seu aproveitamento nesse intervalo foi de 49,1% dos pontos, com oito vitórias, quatro empates e sete derrotas.

Fosse esse o rendimento desde o início dacompetição, o São Paulo estaria na oitava posição, posto atualmente ocupado pelo Corinthians. Ajudam na tabela a campanhaligeiramente  melhor com Emerson Leão (nove pontos ganhos de 18 disputados) e as duasvitórias sob comando interino de Milton Cruz.

A estreia de Ney Franco foi em 17 de julho, contra o Palmeiras, que será adversário novamente no domingo, desta vez no Morumbi. Com o empate por 1 a 1 naquele clássico disputado em Barueri, a equipe tricolor ficou em quinto lugar na tabela de classificação.

A colocação é a mesma de agora. A diferença é que, ao fim da nona rodada, o São Paulo estava fora do G-4 somente por ter saldo inferior ao do Botafogo, então dono dos mesmos 16 pontos, enquanto a distância atual para o quarto colocado Vasco é de quatro pontos (43 contra 47).

Djalma Vassão/Gazeta Press

No Brasileiro, Ney Franco comandou equipe tricolor em oito vitórias, quatro empates e sete derrotas

Restando 11 partidas, o time paulista não depende mais só de si para conseguir a vaga na próxima edição da Copa Libertadores, porém tem sequência que pode aproximá-lo do objetivo. Depois do Palmeiras, o oponente será o concorrente direto Vasco, em São Januário.

 

“O Palmeiras vem de duas vitórias, mas no Morumbi temos apoio do torcedor. É clássico, não importa a situação de cada um”, analisou o goleiro Rogério Ceni. “Esperamos fazer um grande jogo, tomara que possamos vencer para disputar com o Vasco valendo vaga no G-4”.

Se não for derrotado pelo Palmeiras, o São Paulo chegará à quarta partida consecutiva sem revés, alcançando sua maior série invicta. Por três vezes, contando a atual, acumulou três jogos seguidos sem perder, uma delas com três vitórias (Ponte Preta, Corinthians e Botafogo).

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*