Trellez exalta elenco do São Paulo e quer vitória em BH

Em alta no São Paulo depois de ter feito o gol que garantiu o empate contra o Fluminense, no último domingo, o centroavante Tréllez fez questão de falar sobre sua felicidade em atuar no Tricolor e elogiou o trabalho feita pela comissão técnica de Diego Aguirre. Segundo o colombiano, o uruguaio tem dado total atenção para todos do elenco e isso tem feito total diferença para o clube do Morumbi estar na liderança do Brasileirão.

– A confiança que o Aguirre dá para cada um de nós é muito importante. Ele não fala só com os jogadores que jogam sempre, mas também com quem não está jogando muito. O jogador precisa conversar com o treinador, com a comissão, para sentir confiança. A relação que temos com o treinador está ajudando muito. Agora o time está bem forte, todo mundo está dando o seu melhor – afirmou o dono da camisa 17 do Tricolor.

Contratado no início desta temporada para suprir a ida de Lucas Pratto para o River Plate, da Argentina, Tréllez soma 27 jogos com o São Paulo e anotou seis gols. Dois deles, contra o Vasco e Fluminense, foram importantíssimos para o clube neste Brasileirão e ajudou a equipe a se manter na liderança da principal competição do país.

Sua importância no elenco gerido pelo técnico Diego Aguirre chamou a atenção dos espanhóis do Granada. Na semana passada, os europeus fizeram uma proposta para o colombiano, que mesmo na reserva do Tricolor, recusou.

– Sou feliz aqui no clube, sendo titular ou não. Sou feliz com meus companheiros. Isso foi importante para minha decisão de ficar e quero ganhar um título aqui também. Não sei quanto tempo vou ficar aqui, mas quero deixar minha marca no São Paulo. Estamos bastante bem no campeonato, dependemos só da gente, nosso objetivo é ser campeão e quero fazer parte disso – explicou o centroavante, que será titular no jogo contra o Atlético-MG, na próxima quarta, no Independência.

Confira outros trechos da entrevista de Tréllez:

Competição interna no São Paulo 
A competitividade que o time está tendo, titulares e quem está no banco, ajuda muito a manter bom nível dentro e fora de casa. O Brasileiro é um dos torneios mais difíceis do mundo, não tem jogo fácil. Ontem a gente tinha uma oportunidade muito grande de tomar distância do segundo e do terceiro, mas cometemos erros, teve circunstâncias do jogo que interferiram também… Para mim, o Diego (Souza) não merecia o vermelho. Continuamos em primeiro lugar, quarta temos um jogo difícil com o Atlético e sabemos que temos que recuperar os pontos.

Sobre o confronto com os times do G6 do Brasileirão 
Vivamos jogo a jogo. Teremos jogos contra concorrentes diretos dentro de casa. Se a gente quer ganhar o título, temos que ganhar esses jogos com Palmeiras, Grêmio. São pontos que podem fazer a diferença.

Entrega do São Paulo dentro de campo 
Às vezes não conseguimos ganhar os jogos só na técnica, por circunstâncias do jogo, pela disposição do rival. Gostamos de jogar um futebol vistoso, mas muitas vezes não dá. Quando falta isso, temos vencido jogos por vontade, com força física. Melhoramos muito isso. A parte física do time está bem, você vê que o São Paulo corre os 90 minutos. Isso é uma diferença importante.

Sobre a possibilidade de ter garoto da base na quarta 
Acho que a força do grupo está ajudando. Um exemplo disso foi Luan. Quando a gente teve que usá-lo em Belo Horizonte, um jogo muito difícil, ele foi muito bem. É essa a mensagem que passam os jovens e os mais velhos. Todos estão sendo importantes. Se a gente precisar usar um menino da base quarta-feira, todos vão ter que dar o melhor e se ajudar para o São Paulo ganhar.

Força do grupo
Lembro de uma entrevista que o Diego deu depois de um jogo. Ele falou que muita gente estava torcendo para que não desse certo, mas que se desse certo o São Paulo brigaria por coisas importantes. Muitas vezes a força do grupo está fazendo as coisas acontecerem. Quem está chegando, os jovens de Cotia, está sendo abraçado. E isso é importante para a gente brigar.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*