Toloi supera insônia pós-falha contra o Flu e é elogiado por todos

A boa atuação de Rafael Toloi contra a Universidad Católica não surpreende mais a diretoria do São Paulo. Depois do jogo contra o Fluminense, em que ele falhou e a vitória escapou, o zagueiro poderia ser contestado, mas um fato fez ele ganhar ainda mais prestígio.

O camisa 3, literalmente, não dormiu depois daquela partida. A informação chegou até a cúpula do clube, que aprovou a reação. O episódio foi visto como positivo porque mostrou que o atleta não está acomodado no clube e fica irritado com os erros cometidos durante os jogos.

Naquela ocasião, dia 4 de novembro, quando deixava o campo do Morumbi, Toloi foi abordado pela imprensa e logo assumiu a falha que teve na partida, que terminou 1 a 1 diante do atual campeão brasileiro.

Juvenal Juvêncio, como ele mesmo faz questão de ressaltar, entendia que os problemas recentes do Tricolor estavam relacionados ao antigo grupo de jogadores. De um ano e meio para cá, a grande maioria foi modificada pela diretoria. Contratado no meio desta temporada, Toloi se encaixa no perfil pretendido.

– Tem feito partidas muito boas. É jovem, talentoso, muito forte, muito forte. Um atleta com destemor, não tem medo. Tem muito a crescer – declarou o presidente, ainda durante o intervalo do empate em Santiago, quando o São Paulo vencia por 1 a 0, com gol de cabeça do zagueiro.

Mesmo com dores no tornozelo esquerdo, o camisa 3 não cogitou ficar no Brasil para tratamento. No treino de reconhecimento do gramado do San Carlos Apoquindo, ele fez um teste com o preparador físico Alexandre Lopes, sentiu dores, mas foi para o jogo assim mesmo.

Rafael Toloi já tem dois gols nesta Sul-Americana e é vice-artilheiro do time na competição, Willian José tem três. Luis Fabiano e Lucas só fizeram um gol cada. O outro gol do defensor foi na goleada sobre a Universidad de Chile, em cobrança de falta. O jogo aconteceu três dias depois da falha contra o Fluminense. Ao marcar no Pacaembu, ele vibrou muito e foi abraçado por praticamente todo o elenco são-paulino e membros da comissão técnica do clube.

À disposição para enfrentar a Ponte

Se antes do jogo contra a Católica Toloi era dúvida, por conta das dores no tornozelo esquerdo, agora o zagueiro se coloca à disposição até para a partida de domingo, contra a Ponte Preta. No entanto, aguarda o posicionamento dos médicos:

– Isso quem vai decidir é Ney. Temos de trabalhar da melhor forma para estar em condições de jogo. Vou conversar com os médicos e com os fisioterapeutas, para saber se vou jogar no próximo jogo ou se vou ficar só para a partida de volta na Sul-Americana – disse o defensor, ontem.

As dores que quase tiraram o autor do gol são-paulino da partida no Chile vieram no último domingo, no confronto contra o Náutico, no Morumbi. Na ocasião, Toloi teve uma entorse no tornozelo esquerdo ainda no primeiro tempo, e foi substituído no intervalo por Edson Silva. Até o embarque para o Chile, ele não sabia se poderia atuar, mas participou do treino no Apoquindo sem limitações, e foi liberado pelos médicos.

Mesmo se for liberado para a partida deste domingo, contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, Toloi pode não atuar por opção de Ney Franco. O técnico sinalizou que, já classificado para a Libertadores, gostaria de usar a partida para dar ritmo a jogadores que não estão atuando com frequência.

Rafael Toloi: ‘Quando a gente comete erros, é muito difícil de dormir’

Como foi passar a noite toda sem dormir depois da falha contra o Fluminense, pelo Brasileiro?
A gente já não consegue dormir depois dos jogos. E, quando a gente comete alguns erros, é muito difícil de dormir. Mas depois que passou o dia, a gente treinou e eu já esqueci. Passei a noite toda acordado lá no CT, mas isso é normal. Levantei a cabeça já fui para o outro jogo e agora é dar sequência, terminar o ano bem, e talvez com o título da Sul-Americana.

Juvenal fez elogios ao seu futebol. Como recebe isso?
Fico feliz pelos elogios. Sempre procurei treinar bastante e me dedicar bastante. Vontade nunca faltou para mim. Não só para mim, mas pro grupo todo.

Jogou com dores? Como está o seu tornozelo esquerdo?
Como eu disse antes do jogo, torção de tornozelo dificilmente você vai voltar rápido e não sentir dores. Estava sentindo um pouco de dor, mas a partir do momento que a gente está em campo, temos de dar o máximo e foi o que aconteceu. Fiquei muito feliz pelo gol que fiz e pela equipe ter apresentado um bom resultado.

O que achou do resultado do empate em 1 a 1?
Foi uma boa partida, mas poderíamos ter saído com a vitória. Infelizmente, levamos um gol, mas a equipe jogou bem e conquistamos um bom resultado. É difícil vencer a equipe deles aqui. Agora é trabalhar para o próximo jogo.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*