Terror de são-paulinos, Dida apaga desfalque de Fabuloso no clássico

A estreia de Dida na Portuguesa ganhou ainda mais glamour com a oportunidade de enfrentar o São Paulo, uma das suas maiores vítimas com as defesas de pênaltis e recém-eliminado da Copa do Brasil pelo Coritiba. Ainda por cima, ogoleiro será beneficiado com a ausência do principal artilheiro do adversário: Luis Fabiano cumpre suspensão na próxima rodada do Campeonato Brasileiro.

“Sabemos do potencial do Luis Fabiano, é um grande jogador, vai fazer falta, mas a minha preocupação é com minha equipe que está em formação. O ideia é saber jogar contra esse adversário, sabemos do real valor do São Paulo, esperamos aqui, com nossa torcida e na nossa casa, fazer um bom jogo. A expectativa é grande com a minha estreia e espero contribuir”, afirmou o arqueiro antes do treino desta quinta-feira no Canindé.

A coincidência de enfrentar o São Paulo está longe de mudar a expressão serena de Dida. Na semifinal do Campeonato Brasileiro de 1999, o goleiro levou muitos torcedores do Tricolor ao desespero ao defender duas cobranças de pênalti do ídolo Raí.

Na primeira cobrança, aos 17 minutos do segundo tempo, Dida espalmou para escanteio o firme chute em direção ao seu canto esquerdo. Na segunda oportunidade, o ex-camisa 10 tricolor trocou o lado e viu uma nova intervenção do arqueiro, que, desta vez, fez a defesa em dois tempos.

“O adversário, por ser o São Paulo, traz grandes recordações, eu tive boas atuações, mas o importante é o momento, agora é outra fase”, avisou Dida, que considera peculiar apenas a chance de retornar aos jogos oficiais após duas temporadas.

“O momento especial é de estar voltando, não importa o adversário, eu vejo dessa maneira. Eu fiquei muito tempo parado, é bom voltar ao Brasil”, encerrou o novo camisa 1 da Portuguesa.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*