Sul-Americana, goleiros e final vetam escalação 100% Cotia do São Paulo

O São Paulo cogitou escalar, no próximo domingo, contra o Santa Cruz, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, um time só com jogadores revelados pelo clube. A sugestão foi dada há cerca de 40 dias, pelo diretor executivo Marco Aurélio Cunha, e aprovada pelo presidente Carlos Augusto de Barros e Silva.

Entretanto, a chance de se classificar para a Copa Sul-Americana de 2017, a indefinição no gol e a final do Paulista Sub-20 vão impedir a realização.

A ideia da diretoria era enaltecer as categorias de base, que ganharam oito títulos em 2016. Esse número ainda pode chegar a 10, já que a equipe sub-20 disputará a final da Copa do Brasil contra o Bahia, na próxima quinta-feira, e a do Paulista diante do Capivariano, no domingo. Em ambas, o São Paulo tem vantagem por ter vencido os primeiros jogos por 3 a 1 e 4 a 0, respectivamente.

Havia até uma escalação imaginada: Léo; Auro, Lyanco, Rodrigo Caio (Lucão) e Matheus Reis; Wellington, João Schmidt e Shaylon (Artur); David Neres, Luiz Araújo e Pedro. Nos uniformes, o Tricolor pretendia usar uma inscrição “Made in Cotia”, município onde fica o CT dos garotos.

Só que isso dependia dos objetivos da equipe no Campeonato Brasileiro. O primeiro era escapar do rebaixamento, e foi alcançado. Depois, enquanto houve chances de classificação à Taça Libertadores, essa ideia continuou na gaveta. As derrotas para América-MG e Chapecoense e o empate com o Grêmio afundaram qualquer pretensão.

Mas no próximo domingo, no Pacaembu, o São Paulo precisará de uma vitória sobre o rebaixado Santa Cruz para carimbar sua vaga na Sul-Americana do ano que vem. Seria uma chance de disputar um título internacional com Rogério Ceni no comando.

Lyanco Marco Aurelio Luis Araujo São Paulo (Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)Jogadores da base conversam com Marco Aurélio Cunha no CT (Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)

Além disso, há a questão dos goleiros. Durante a última semana, Pintado, técnico interino, anunciou que Renan Ribeiro havia ganhado a posição de Denis para as duas últimas rodadas. Ou seja, não havia mais como escalar Léo, único da posição revelado pelo São Paulo, e sem nenhum jogo oficial em sua carreira – seu contrato termina no fim do ano, e ele não deve ficar.

Agora, como Renan Ribeiro se machucou na vitória sobre o Atlético-MG por 2 a 1, e Denis será o titular diante do Santa Cruz.

Na manhã do próximo domingo, o time sub-20 tentará coroar um grande ano com o título paulista. Apesar da enorme vantagem obtida no primeiro jogo, o técnico André Jardine não vai abrir mão de atletas como Auro, Shaylon e Pedro, que fariam parte do time “made in Cotia”.

Sem poder esbanjar o êxito de suas categorias de base, o São Paulo tentará bater o Santa Cruz e ir à Sul-Americana com a maioria dos mesmos jogadores que fizeram um ano irregular.

 

Fonte: Globo Esporte

4 comentários em “Sul-Americana, goleiros e final vetam escalação 100% Cotia do São Paulo

  1. Sou favorável a que coloquem o time oriundo de Cotia, como imaginado.
    Melhor, ainda, que o jogo vai valer alguma coisa; assim a garotada pode mostrar se tem culhões para usar a camisa do SP. O Santa Cruz é o time ideal e o momento não poderia ser melhor para se fazer isto. Tenho certeza que a garotada vence no Pacaembu e, se devidamente informada, a torcida, certamente, deverá encher o estádio para o jogo.
    “MADE IN COTIA” NELES!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*