SP oferece Lucão, mas Porto quer outros dois jovens para vender Maicon

O São Paulo negocia com o Porto a permanência do zagueiro Maicon, emprestado pelos portugueses até 30 de junho, e nesse momento enfrenta um entrave para evoluir nas conversas: nesse momento o Porto quer o lateral-esquerdo Inácio, 20, e o zagueiro Lyanco, 19. O São Paulo já aceitou ceder o primeiro, mas se recusa a incluir o segundo na transação. E tenta outra solução.

O que a diretoria são-paulina propõe ao Porto é a cessão de Lucão, 20, também zagueiro, além de Inácio, para fechar a negociação. A oferta já foi feita, mas ainda não respondida pelo clube português.

“Estamos colocando toda nossa inteligência e nosso esforço nisso. Eles agora perceberam um pouco isso, o Maicon está em evidência, então já estão dificultando um pouco nossa vida. O Porto quer o Inácio, e a gente quer que o Porto queira o Inácio e o Lucão. E agora eles querem o Lyanco, que não queremos dar. É uma trama complicada, delicada, você corre o risco de colocar tudo a perder em uma palavra mal colocada. Mas, fundamentalmente, o Maicon quer ficar”, disse o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, em entrevista ao UOL Esporte.

O São Paulo trata Maicon como prioridade absoluta, mas também aproveita para conversar com o Porto sobre a permanência de Kelvin – o atacante, diferentemente do zagueiro, tem contrato de empréstimo até o fim do ano. A diretoria são-paulina pretende incluir Kelvin na mesma negociação caso o Porto dificulte e peça compensação financeira além de Lucão e Inácio para liberar Maicon.

Lyanco foi considerado inegociável nessas condições porque o São Paulo o vê como um dos jogadores com o maior potencial de mercado. Descendente de iugoslavos, ele tem defendido a seleção sub-19 da Sérvia e agora foi convocado à categoria sub-21 – a geração sub-20 da Sérvia foi campeã do mundo em 2015. Além disso, Lyanco também foi chamado na última lista da seleção brasileira sub-20.

Apesar de não estar sendo utilizado pelo técnico Edgardo Bauza, Lyanco foi apontado pelo ex-treinador colombiano Juan Carlos Osorio como o atleta de maior potencial do elenco e é tratado como jóia pela diretoria são-paulina.

Lucão, apesar de também ser considerado jogador de grande potencial e de defender a seleção brasileira sub-20, sofre com críticas da torcida. Na reta final do Brasileirão de 2015 o jovem zagueiro cometeu falhas que renderam reclamações, e acabou exposto principalmente depois do histórico 6 a 1 para o Corinthians, no qual ele cometeu erros em três gols marcados pelo rival. No início de 2016, ele voltou a falhar em Itaquera e, desde então, recebe poucas chances na equipe.

Maicon, ex-capitão do Porto, chegou por empréstimo ao São Paulo após a lesão de Breno, que era esperado para ser o titular ao lado de Rodrigo Caio em 2016. Com a irregularidade de Diego Lugano, Maicon se tornou protagonista na equipe e flerta com a condição de atual preferido da torcida depois de ter terminado a decisão contra o The Strongest, na Bolívia, como goleiro, depois da expulsão de Denis.

 

Fonte: Uol

2 comentários em “SP oferece Lucão, mas Porto quer outros dois jovens para vender Maicon

  1. Vão fazer besteira!
    Apesar da idolatria que vem conquistando entre grande parte dos torcedores, o Maicon não é tudo isso que estão falando; é raçudo e ponto. Não é nenhum Miranda pra despertar tanto interesse. O que acontece é que ele, no São Paulo de hoje, é o “único que tem um olho” nessa terra de cegos que se transformou o time. Mas não é pra disponibilizar os melhores garotos, aqueles que aparentemente têm mais futuro na profissão, para ficar com ele que já está numa fase pré-aposentadoria…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*