Sem Calleri, Tricolor tenta abrir vantagem sobre o Toluca no Morumbi

O São Paulo conseguiu uma classificação brigada na fase de grupos, mas teve pouco tempo para celebrar o feito conquistado diante do Strongest, na Bolívia. Nesta quinta-feira, no estádio do Morumbi, os tricolores tentam superar alguns problemas herdados da batalha em La Paz, como as ausências do goleiro Denis e do atacante Calleri, para encarar o Toluca-MEX, às 21h45 (de Brasília).

A ausência do argentino, porém, ganha contornos de maior dramaticidade devido à sua relevância na arrancada rumo à vaga nas oitavas. Os últimos seis gols marcados pelo clube na competição saíram dos seus pés (e cabeça). Entram nessa conta os três do segundo tempo contra o Trujillanos, além dos dois contra o River Plate e o salvador frente ao Strongest.

Nesse meio, ainda anotou o tento de honra na goleada sofrida contra o Osasco Audax, pelas quartas de final do Paulista. Dessa forma, o técnico Edgardo Bauza teia de apostar em Alan Kardec para a função, atleta que ainda busca seu primeiro gol na temporada. Tudo isso em meio à necessidade de abrir uma vantagem para o duelo da volta, marcado para o dia 4 de maio, no México. Porém, com um problema estomacal, o jogador é dúvida e pode também ser desfalque, abrindo espaço para Centurión.

“Claro que tem que vencer. Não tem o que a gente pensar que não seja na vitória. O ideal seria um 3 a 0. Vamos tentar fazer um grande jogo, com uma vitória, se possível com um placar que nos dá uma margem de segurança para a partida no México”, afirmou o meia Paulo Henrique Ganso, vice-artilheiro da equipe na Libertadores, com dois gols marcados.

Do outro lado do esquema, Renan Ribeiro foi o escolhido para substituir Denis. O problema é que o goleiro não joga uma partida desde setembro do ano passado, ainda sob o comando de Juan Carlos Osorio, quando viu o time perder por 2 a 1 para o Avaí. Ele vem de uma apendicite e também aproveitou o período de recuperação para fazer uma cirurgia bucal.

“São dois jogadores que têm condição de ajudar o São Paulo, acredito que, quem for o escolhido, vai conseguir fazer um grande jogo”, afirmou o volante Thiago Mendes, confirmado na equipe por causa da lesão de João Schmidt e em busca do seu melhor futebol. “Sei que estou devendo, mas tenho trabalhado bastante para melhorar”, observou.

Pelos mexicanos, a ideia do técnico paraguaio José Cardozo é aproveitar os contra-ataques para levar uma vantagem já no jogo de ida. Quinta melhor campanha da fase de grupos, o time da América do Norte deixou os seus titulares descansando na partida contra o Grêmio, em Porto Alegre, já pensando em um jogo de muita intensidade no Morumbi.

“Sabemos que o Morumbi é um estádio mítico, que apoia sua equipe e nós estamos feliz de fazer parte dessa pequena história que estamos escrevendo a nível internacional”, disse o zagueiro Paulo da Silva. “Não considero o nosso time favorito por causa exatamente da tradição do São Paulo nessa competição”, concluiu o jogador.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X TOLUCA-MEX

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 28 de abril de 2016, quinta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Jonathan Fuentes (Uruguai)
Assistentes: Miguel Nievas e Richard Trinidad (ambos do Uruguai)

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno, Rodrigo Caio, Maicon e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Kelvin, Paulo Henrique Ganso e Michel Bastos; Centurión (Alan Kardec)
Técnico: Edgardo Bauza

TOLUCA-MEX: Talavera; Silva, Paulo da Silva, Galindo e Rojas; Rios, Cueva, Trejo e Esquivel; Triverio e Vega
Técnico: José Cardozo

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*