SP de Milton Cruz tem traços de Corinthians de Tite. Está dando certo

Milton Cruz acumula duas vitórias desde que assumiu o São Paulo: contra a Portuguesa, na quarta-feira, e contra o Red Bull Brasil, neste sábado, ambas por 3 a 0. São resultados que poderiam ter ocorrido com Muricy Ramalho, mas, independentemente disso, o interino mudou a forma de jogar do time. Hoje, a equipe tem traços bem similares ao Corinthians de Tite.

O treinador alvinegro montou uma equipe que faz campanha arrasadora nestes primeiros meses de 2015 utilizando um esquema 4-1-4-1:uma linha de quatro defensores; um volante mais recuado, seguido por uma linha quatro no meio, com apenas um jogador de frente.

No esquema de Tite, Ralf, Jadson e Elias formam um trio de meio campistas, com o primeiro jogando mais recuado e protegendo a defesa. Os outros dois participam de todas as fases do jogo, aparecendo muito no ataque, o que abre espaço para Renato Augusto e Emerson nos lados do campo. Ne frente, apenas um jogador, geralmente Guerrero: dentro do esquema, esse homem de frente precisa ser alguém capaz de sair da área, se movimentar e fazer tabelas, e não ser apenas um finalizador.

Milton Cruz se refere ao seu esquema como um 4-3-3, mas, dentro de campo, seu São Paulo se comporta de forma similar ao Corinthians de Tite. Milton abandonou o 4-4-2 utilizado por Muricy em boa parte da temporada em favor de um trio de meio campistas similar ao corintiano.

Diante da Portuguesa, o Rodrigo Caio fez as vezes de Ralf no meio são-paulino; Hudson e Thiago Mendes foram Elias e Jadson, como Centurión e Cafu nas duas pontas. Pato jogou sozinho na frente. O adversário era frágil – acabou rebaixado no Paulistão – mas o esquema funcionou: Hudson, como faz Elias no rival, apareceu no ataque e marcou um gol. Pato não ficou isolado, e também balançou as redes; Rodrigo Caio teve boa atuação.

Para enfrentar o Red Bull no sábado, mesmo esquema, peças diferentes. Denilson, Wesley e Souza formaram o trio de meio campistas. Ganso começou o jogo mais aberto na esquerda, com Michel Bastos na direita. Diante de um adversário mais organizado, porém, o São Paulo encontrou problemas.

Ganso ficou pouco à vontade jogando mais aberto, e seu time só terminou o primeiro tempo em vantagem graças a um gol de falta de Rogério Ceni. Milton Cruz identificou o problema: sem fazer nenhuma substituição, trocou o posicionamento dos jogadores. Michel Bastos foi para o lado esquerdo, Wesley para o direito. Ganso foi centralizado.

O segundo tempo do São Paulo foi bem superior: o camisa 10 se aproximou mais de Alexandre Pato, e o Red Bull foi envolvido por tabelas e trocas de passe. Tanto o meia como o atacante balançaram as redes. O estreante Wesley fez boa partida, seguro na marcação e presente no ataque.

O São Paulo de Milton Cruz entrará em campo pelo mais uma vez, na quarta-feira, diante do Danubio, pela Libertadores. Tem, entretanto, prazo para terminar: o clube paulista espera uma resposta de Alejandro Sabella, que pode assumir na semana que vem. Por isso, a não ser que o novo técnico decida manter o esquema, dificilmente medirá forças com o Corinthians de Tite no próximo dia 22, no Morumbi.

 

Fonte: Uol

4 comentários em “SP de Milton Cruz tem traços de Corinthians de Tite. Está dando certo

  1. Pode ate ter alguma coisa parecida com as galinhas de Tite, mas esta muito mas muito longe do futebol jogado por eles, eles nao tem um time recheado de craques que nao jogam, e trouxeram o tite de volta pq sabia que era o unico que faz o time das galinhas jogarem, acho as comparaçoes ridiculas com os da galinha principamente comparar Cafu, Thiago Mendes e centurion com os do galinhas nada a ver.
    No jogo de ontem tivemos uma ajuda do gol do RC com a participacao do Ganso que abriu as pernas do RB, caso contrario teria ido para os penais e ai só por Deus mesmo, fizemos um pessimo 1o tempo e se fosse um time melhorzinho nao sei o que teria acontecido.
    Agora o provavel adversario é as Sereias, ou as porcas pepa se as sereias perderem, teremos que jogar muito mesmo, seja Porco ou Sereia, e a tudo indica a final sera contra as Galinhas, pois dá tudo certo o time joga bem e o juiz ajuda quando necessario.

  2. A diferença toda em relação ao Corinthians é que não temos aquele jogador que as vezes atua no ataque e as vezes na defesa isso quando não atua o tempo todo no meio de campo. Cara fundamental no resultado final, assista o jogo de ontem e me dê razão. As pessoas analisam apenas a tabela, não interessa como chegou lá, ai começam achar a galinha do vizinho mais gorda em tudo, treinador, zagueiros, lateral e etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*