Só um jogador do São Paulo treina no campo um dia após eliminação

O CT da Barra Funda viveu um dia atípico na tarde desta quinta-feira, um dia após a eliminação diante do Bragantino na Copa do Brasil. Apenas um jogador do São Paulo foi ao gramado para trabalhar com bola: Renan Ribeiro, terceiro goleiro do elenco. Ele pegou uma bola e foi para um dos campos, onde trabalhou chutes em um paredão utilizado por alguns jogadores para aprimorar passes. O goleiro fez o trabalho por conta própria, sem supervisão de qualquer membro da comissão técnica – nenhum deles foi ao gramado. Todos os outros jogadores do elenco ficaram na parte de dentro do CT.

Normalmente, os dias seguintes às partidas têm treino regenerativo – longe do campo – para os atletas que jogaram como titulares e treino no campo, com bola, ao lado da comissão técnica, para os atletas que não atuaram ou entraram durante o segundo tempo. Nesta quinta-feira, não houve treino. Apenas academia.

Não houve justificativa oficial para o não-treino do São Paulo nesta quinta-feira. O número de jogadores que não participou da partida e poderia treinar, no entanto, é reduzido: além dos três goleiros, Rafael Toloi, Reinaldo, Kaká, Hudson e Ewandro, além de Antonio Carlos e Alan Kardec que se recuperam de lesões, estão disponíveis. O novo reforço Michel Bastos também não foi ao campo.

O São Paulo agora tem apenas mais dois dias de treino antes do clássico contra o Palmeiras, no Pacaembu, domingo, pelo Brasileirão. A equipe volta aos trabalhos com bola nesta sexta-feira, em dois períodos, e no sábado.
Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*