Sem seu capitão, elenco do São Paulo vê Souza crescer como líder

“Nosso capitão, Josef”, disse o técnico Juan Carlos Osorio, no vestiário do Morumbi, ao passar a palavra a Josef de Souza Dias, o Souza, que usava a braçadeira no domingo por conta do desfalque de Rogério Ceni. Cresce cada vez mais a liderança do volante diante do elenco do São Paulo.

“Quero falar só duas coisinhas”, emendou o jogador, iniciando discurso em que cobrava vitória sobre o Avaí para não repetir os erros de 2014, quando a equipe terminou em segundo lugar depois de tropeços em casa para times como Criciúma, Chapecoense e Coritiba. “Se a gente quer ganhar o título, tem que ganhar aqui dentro”.

Presente na roda, Ceni apenas reforçou o discurso com um grito de incentivo. Desde o ano passado, quando acreditava que iria se aposentar de vez, o goleiro tem procurado experimentar colegas nessa função. Desta vez, no entanto, não fez rodízio. A braçadeira estava no braço do companheiro porque o capitão não poderia atuar, em razão de estiramento na coxa direita.

“Quando ele não está, temos que dividir entre nós esse papel, para que não possamos ficar sem essa liderança”, reconheceu o lateral esquerdo Carlinhos, um dos jogadores de personalidade forte no grupo. “Sem ele, cada um fala um pouco mais. Isso já está melhorando. Antigamente, não falávamos tanto. Agora, já estamos falando mais uns com os outros dentro de campo”.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Volante foi autor dos dois últimos gols do São Paulo, no empate com o Avaí e na vitória sobre a Chapecoense

Pesa a favor de Souza, além de suas características próprias, também o fato de ser um jogador valorizado no time. Foram deles os gols da vitória sobre a Chapecoense (1 a 0, em Chapecó) e do empate com o Avaí (1 a 1). Afora isso, é o único são-paulino com passagem pela Seleção Brasileira principal na temporada, tendo recebido sondagens de equipes europeias.

Seu foco, porém, parece ser mesmo o São Paulo. Em entrevistas recentes, o volante – que está há apenas um ano no clube – tem ressaltado o desejo de ser campeão brasileiro. Neste momento, a diferença para o primeiro colocado da competição nacional é de apenas um ponto (17 contra 18 do Sport, que assumiu a liderança no fim de semana, justamente graças ao tropeço são-paulino).

Apesar de a cobrança de Souza no vestiário não ter surtido efeito, os colegas apostam que o empate trará aprendizado para o campeonato. “A equipe está no caminho certo, analisou Carlinhos, às vésperas do clássico contra o Palmeiras, no domingo, no Palestra Itália.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.