Sem pensar em renovação, Ceni elogia versão treinador de Fernandão

Rogério Ceni tem contrato com o São Paulo até o fim de dezembro e ainda não sabe o que fará depois disso. “Nem quero pensar agora”, avisou o goleiro, que, nesta quarta-feira, terá do outro lado exemplo de ex-jogador que continua envolvido com o futebol: Fernandão, atualmente treinador do Internacional.

O ex-atacante foi seu companheiro do meio de 2010 ao meio de 2011. Durante o período, sempre demonstrou aptidão tática no vestiário. “Ele entende bastante, se manifesta muito e tem certa liderança. Tem os pré-requisitos para ser um grande treinador”, analisou o camisa 1, dentre uma série de elogios.

“É um cara muito bacana, inteligente e tem isso de ter jogado até o ano passado. Então tem uma mentalidade mais atualizada daquilo que é o jogo em si, do que o jogador pensa. É um investimento legal em novos valores que estão surgindo. Não só para dentro de campo, como fora também”, salientou.

Fernandão tem 34 anos, cinco a menos do que Ceni. O goleiro nunca cogitou ser treinador, mas já se falou dele como alguém “fora do campo”, como dirigente.

A decisão de seu futuro deverá ser conhecida a partir de novembro, na reta final do CampeonatoBrasileiro. Ceni não descarta se aposentar e adianta que não será influenciado por uma eventual não classificação para a próxima edição da Copa Libertadores.

Distante do fim da temporada, ele se concentra na partida desta quarta-feira, contra o Internacional, no Morumbi. O São Paulo é o quinto colocado, com os mesmos 34 pontos do adversário gaúcho, mas à frente no número de vitórias.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*