Sem medo do Brasileirão, Bauza pede entrega total ao elenco

Classificado para a semifinal da Libertadores, o São Paulo vive uma situação curiosa. Enquanto aguarda até o dia 6 de julho para voltar a disputar o torneio continental, o time aproveita para somar pontos no Campeonato Brasileiro. Acostumado a campeonatos longos, Bauza não vê muito segredo para que o Tricolor tenha um bom desempenho nos dois torneios: entrega total.

Desde que chegou, o treinador argentino pediu que todos se comprometam e se sacrifiquem para defender a história do São Paulo. Independente de jogar bem ou mal, todos precisam correr dentro do campo. “Temos uma regra: o jogador que parar vai sair. A entrega tem que ser total”, afirmou o comandante em entrevista ao programa Seleção, do canal Sportv.

A recente discussão entre Maicon e Rogério durante a partida contra o Palmeiras, inclusive, pode ser vista como uma consequência dessa concentração extrema. Apesar de poder ter acontecido dentro do vestiário, evitando a exposição dos atletas, o argentino compreendeu que quando a pulsação está alta e é preciso defender uma ideia isso pode ocorrer. “Se não passar de uma discussão, não me aborrece. Ao contrário, prefiro isso do que a passividade”, comentou.

Apesar de admitir que irá priorizar a Libertadores caso conquiste a vaga para a final, Bauza vê com bons olhos a disputa no Brasileirão. Campeão no Peru, no Equador e vice na Argentina, ele acredita que campeonatos longos são melhores. Dão mais chances para que as melhores equipes prevaleçam. O único problema do torneio brasileiro é a quantidade de jogos, que sacrificam o elenco. O Tricolor já conta com seis atletas macucados. “É uma agressão contra o trabalho do jogador e do técnico”, ponderou Bauza.

Três dias após vencer o clássico contra o Palmeiras no Morumbi, o São Paulo volta a entrar em campo contra o Figueirense na próxima quarta-feira, no estádio Orlando Scarpelli, em Santa Catarina. Em caso de vitória, o Tricolor chega aos dez pontos e pode encostar no pelotão da frente do Brasileirão.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.