Sem Kaká, Luis Fabiano pode ganhar nova chance contra o Atlético-PR

O atacante Luis Fabiano ganhou uma chance na equipe titular, contra o Huachipato, do Chile, na última terça, pela Copa Sul-Americana, mas não soube aproveitar. Foi expulso, levou bronca da diretoria, que decidiu multá-lo, mas, ainda assim, pode voltar a ser tituilar contra o Atlético-PR, na próxima quarta, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.

Ele é um dos candidatos à vaga de Kaká, que foi convocado para a seleção brasileira e desfalcará a equipe nos três próximos jogos. Caso o camisa 9 seja o escolhido, Alexandre Pato atuaria mais recuado, no meio-campo, e Alan Kardec deixaria de ser a referência e passaria a jogar como atacante pelos lados.

Depois de tudo que aconteceu na última semana, o São Paulo espera por uma resposta positiva de Luis Fabiano. Multado em 30% do seu salário, o atleta ainda terá de passar por sessões de terapia com a psicóloga Analy Couto, que trabalha com o grupo no CT da Barra Funda. O vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, acredita que o atacante pensará apenas em jogar futebol.

– Vejo tudo que aconteceu como um alerta para o Luis. Ele é importante demais para o nosso grupo, não podemos abrir mão dele. Mas também queremos um jogador concentrado apenas em jogar futebol – afirmou o dirigente.

O time terá outros desfalques no duelo de meio de semana. O zagueiro Edson Silva e o lateral-esquerdo Reinaldo tomaram o terceiro cartão amarelo contra o Grêmio e terão de cumprir suspensão automática. Na vaga do primeiro, a tendência é que Antônio Carlos ganhe uma chance. Na ala, o polivalente Michel Bastos será o titular, já que o uruguaio Alvaro Pereira está servindo à seleção do seu país. Souza, que também está na Seleção, será substituído por Hudson, enquanto Denilson retorna ao meio-campo após cumprir suspensão.

A tendência é que o São Paulo entre em campo na quarta-feira com: Rogério Ceni; Auro, Paulo Miranda, Antônio Carlos e Michel Bastos; Denilson, Hudson e Paulo Henrique Ganso; Alexandre Pato, Luis Fabiano e Alan Kardec.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*