Sem chance de acerto agora, Orlando City e Fabuloso conversam para 2016

Atualmente, Luis Fabiano está em baixa no São Paulo. Tem apenas três gols marcados, atrás de Alan Kardec (sete) e Alexandre Pato (oito), e se recupera de uma contratura na coxa esquerda. Fabuloso tem contrato com o Tricolor até o dia 31 de dezembro e hoje o quadro indica que uma renovação de vínculo é improvável. E o atleta, irritado com a postura da diretoria, que ainda não o procurou, já iniciou conversas com outros times interessados no seu futebol. Um deles é o Orlando City, time de Kaká na liga dos Estados Unidos.

O clube procura um atacante com urgência e pensou em Luis Fabiano. Mas é impossível o atleta sair do Morumbi agora. Alan Kardec sofreu grave lesão no joelho direito e ficará seis meses em tratamento, tendo condições de jogo apenas em outubro.

– Não existe a menor possibilidade do Luis Fabiano ser negociado agora. É zero. Perdemos o Kardec, não posso liberar o outro centroavante. Estamos trabalhando forte para que ele se recupere e tenha condições de ajudar o São Paulo – afirmou o vice-presidente do Tricolor, Ataíde Gil Guerreiro, quando questionado sobre o assunto.

Com a impossibilidade de contratar o Fabuloso agora, o time americano já mudou o foco e agora tenta o mexicano Chicharito Hernandez, que está no Real Madrid. Mas o papo com o atacante brasileiro continua e pode dar negócio para 2016. Vale lembrar que, a partir de junho deste ano, Luis Fabiano já poderá assinar um pré-contrato com qualquer equipe. Atualmente, o camisa 9 é o terceiro maior artilheiro da história do clube do Morumbi, com 202 gols marcados.

Fonte: Globo Esporte

Nota do PP: exatamente a notícia que antecipei no “Alguém me disse”. Não sei se a fonte foi a mesma para o Globo ou se usaram minha informação.

Um comentário em “Sem chance de acerto agora, Orlando City e Fabuloso conversam para 2016

  1. Negociem já!
    Peguem uns trocados qualquer e deixem esse cara ir pros EUA, quem sabe lá o REFIS é melhor e ele vai ficar mais confortável.
    Qualquer um; repito: qualquer garoto da base ou até mesmo o Antonio Carlos, que pra zaga não serve, vai melhor do que o “fabuloso” no comando do ataque. Isso quando ele se dá ao luxo de estar com saúde pra jogar, néh! Só na economia do salário já é um grande negócio.
    Nunca deveria ter sido contratado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*