Satisfeito com Wellington, Ney Franco deve manter dupla de volantes

O meio-campo do São Paulo ganhou maior proteção no clássico de sábado, contra o Palmeiras, por conta da entrada de Wellington ao lado de Denilson. Satisfeito pelo desempenho do jogador, o técnico Ney Franco cogita levar adiante a formação com a dupla de volantes.

“É um jogador com o qual a gente teve muito cuidado, porque ficou seis meses parado. Fez uma falta enorme contra o Coritiba (estava suspenso) e funcionou muito bem agora. Tem potencial enorme para ser titular”, explicou.

Wellington passou por cirurgia no joelho esquerdo em fevereiro e, depois de longa recuperação, vem aos poucos retomando espaço notime. Para enfrentar o Palmeiras, ele deixou Maicon no banco de reservas. Um meia que vinha atuando mais recuado, mas era praticamente intocável.No ofensivo esquema 4-3-3, porém, o treinador necessita de um meio-campo mais pegador, característica que Wellington oferece, como provou ao anular Daniel Carvalho, enquanto Denilson marcou de perto Valdivia.

“Gostei muito da atuação da equipe. A entrega desses dois jogadores foi determinante para ganharmos o setor o jogo todo. Logicamente que o Osvaldo e o Lucas, pelas pontas, e o Jadson, centralizado, também ajudaram. Mas o Wellington só foi substituído porque já tinha cartão amarelo”, acrescentou Ney Franco.

“Tivemos uma tarde perfeita, com uma das nossas melhores atuações no campeonato. A equipe conseguiu se impor, foi equilibrada o tempo todo, marcou e ataque forte e fez os gols. O resultado foi justo e muito importante para a gente seguir na briga por essa vaga (para a Copa Libertadores)”, reforçou o próprio jogador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*