São Paulo viaja ao México cauteloso com chance de virada improvável

Desde que atropelou o Toluca no Morumbi, o elenco do São Paulo é repetitivamente questionado se o confronto das oitavas de final da Libertadores já está sacramentado. E, antes do embarque deste domingo para o México, os jogadores do Tricolor aparentaram grande serenidade para evitar o famoso discurso de “já ganhou” para o compromisso de volta contra os mexicanos, na quarta-feira, até para não dar combustível motivacional ao adversário.

“Acho que é a quarta ou quinta vez que respondo isso, não é discurso. Fizemos um grande jogo na quarta-feira, tivemos atitude, mas o futebol já mostrou que muita coisa pode acontecer. O Toluca é uma boa equipe, veio desfalcado aqui no Morumbi, não podemos ser surpreendidos”, comentou o volante Hudson no Aeroporto de Cumbica.

A calma será um dos aliados do São Paulo diante do Toluca. A tendência é que o rival mexicano queira acelerar a partida para descontar a grande desvantagem. Já o Tricolor sabe que precisa fazer justamente o contrário. A ordem da equipe paulista será fazer o tempo passar.

“Primeiro a gente tem que saber que será extremamente difícil, eles vão vir para o ataque, precisamos estar focados, concentrados, controlar a partida, não ter pressão contra. Acho que não podemos ter pressa para jogar”, afirmou o zagueiro Rodrigo Caio.

Com folga na tabela após a eliminação no Paulista, o São Paulo ficará inicialmente concentrado na cidade de Acapulco. Somente na véspera do jogo que o grupo segue para Toluca de Lerdo, que está localizada a 2.667 metros de altitude.

Neste domingo, o São Paulo viajou com 20 atletas para o México. O goleiro Denis e o atacante Calleri são as principais novidades da equipe, pois cumpriram suspensão na semana passada. Os desfalques da equipe são: Breno, Carlinhos, Daniel, João Schmidt, Rogério e Lugano, todos lesionados.

Confira os atletas relacionados do Tricolor para a viagem ao México:

Goleiros: Denis e Renan Ribeiro
Laterais: Bruno, Mena e Mateus Caramelo
Zagueiros: Maicon, Rodrigo Caio, Lyanco e Lucão
Volantes: Hudson, Thiago Mendes e Wesley
Meias: Paulo Henrique Ganso, Michel Bastos e Lucas Fernandes
Atacantes: Calleri, Alan Kardec, Kelvin, Centurión e Wilder.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “São Paulo viaja ao México cauteloso com chance de virada improvável

  1. Logico que tem que entrar cauteloso, mas nao pode deixar de atacar, e marcar gols se possivel pq ai dificulta mais ainda vida do Toluca, nao pode se desesperar, eles que tem que correr atras dos 5 gols, e nao podemos tomar gol muito cedo, senao pode comecar a bater desespero.
    Somente uma zebra muito grande nos tira da outra fase.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.