São Paulo tenta quebrar tabu contra o Atlético-MG e avançar às semifinais

O São Paulo brigará nessa quarta-feira para romper um tabu contra times brasileiros e confirmar a classificação às semifinais da Copa Libertadores. Às 21h45 (de Brasília), a equipe de Edgardo Bauza subirá ao gramado do estádio Independência, em Belo Horizonte, para enfrentar o Atlético-MG pela volta das quartas de final. O Tricolor venceu a primeira partida por 1 a 0, no Morumbi, e tem a vantagem de empatar para garantir a classificação.

Contra o São Paulo pesa o trauma das eliminações recentes na etapa de mata-mata do torneio. A equipe saiu sete vezes seguidas da Libertadores por conta de derrotas para rivais brasileiros. Tropeços acumulados contra Grêmio, Fluminense, Cruzeiro, Internacional e o próprio Atlético-MG impediram o Tricolor de conquistar a América pela quarta vez. Ciente do tabu, o volante Thiago Mendes disse que chegou a hora de acabar de vez com a sina.

“Esse é o jogo da vida. Todos querem chegar à final de Libertadores e conquistar o título. O São Paulo não pensa diferente. Nós não conseguimos o título do Paulista, então precisamos brigar pelas outras competições. Temos que ficar ligados durante os 90 minutos para não sermos surpreendidos fora de casa”, disse o jogador.

Além da motivação para buscar a vaga na semifinais, o São Paulo poderá ir a campo tranquilo por conta da quebra de um jejum no final de semana. A equipe reserva escalada por Bauza conseguiu superar o Botafogo por 1 a 0, pela estreia do Brasileirão, e conquistou a primeira vitória fora de casa nesse ano. Para o Patón, contudo, é preciso ter cautela em Belo Horizonte.

“Faltam 90 minutos difíceis. Não sabemos se classificaremos. O importante é que chegamos até aqui, quando muita gente pensava que não chegaríamos. E estamos entre os oito melhores. Agora tentaremos chegar entre os quatro. A partida não será fácil, mas tentaremos”. afirmou.

Para o confronto, Bauza voltará a contar com força máxima. O meia Michel Bastos voltou a reunir condições de jogo e iniciará a partida no lugar de Wesley. A volta do armador fará com que Kelvin atue na ponta direita. Também foram confirmadas as presenças do zagueiro Maicon e do lateral esquerdo Mena, recuperados de lesões.

Michel Bastos, jogador do São Paulo FC, durante treino no CCT da Barra Funda, na Zona Oeste da capital paulista.
Michel Bastos voltará a ser titular na vaga que foi ocupada provisoriamente por Wesley (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Em desvantagem no duelo, o Galo aposta mais uma vez na mística do Horto para conseguir a classificação. Além do clima de caldeirão do estádio, os jogadores atleticanos receberão uma ajuda a mais das arquibancadas, uma vez que os torcedores planejam um “apitaço” para desconcentrar o São Paulo.

“O importante é não deixarmos a equipe do São Paulo confortável no Independência. Temos que tirar o São Paulo da zona de conforto, saber que esta vantagem deles pode ser pequena e isso que nós, junto com a torcida, temos que fazer na quarta: tirar o São Paulo da zona de conforto e tentar desequilibrá-los psicologicamente para que a gente consiga aproveitar as oportunidades”, colocou o zagueiro Leonardo Silva.

Além do aspecto psicológico, o Atlético-MG também se enche de motivação tendo em conta o excelente retrospecto da equipe no Independência e o histórico positivo dos últimos anos em reverter – de maneira até milagrosa – as desvantagens em torneios eliminatórios.

Para novamente fazer valer a força do Horto, o Galo terá que comprovar a qualidade de seu plantel. Diante do São Paulo, a dupla de volantes Rafael Carioca e Júnior Urso será desfalque para cumprir suspensão. Como precisa do resultado, o técnico Diego Aguirre deve “abandonar” o esquema com três homens de marcação no meio-campo, escalando o jovem Eduardo, ao lado de Donizete, e o equatoriano Cazares na armação das jogadas. Dátolo, recuperado de lesão, é outra opção para dar mais criatividade à equipe alvinegra.

Se não bastassem os desfalques no meio-campo, Aguirre ainda não sabe se poderá utilizar Robinho. O atacante sentiu uma fisgada na coxa na partida de ida e ficou em tratamento intensivo nos últimos dias, apesar de exames não terem apontado lesão. A informação quanto à utilização ou não do camisa 7 será divulgada pela comissão técnica minutos antes do jogo, mas a tendência é que o “rei das pedaladas” fique no banco de reservas, abrindo espaço para a entrada de Clayton ou Hyuri.

Aguirre deve escalar uma equipe mais ofensiva no Horto; Dátolo é opção para armar as jogadas (Bruno Cantini/CAM)
Aguirre deve escalar uma equipe mais ofensiva no Horto; Dátolo é a opção para armar as jogadas (Bruno Cantini/CAM)

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X SÃO PAULO

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 18 de maio de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: André Cunha (Uruguai)
Auxiliares: Carlos Pastorino e Horácio Ferreiro (ambos do Uruguai)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Leandro Donizete, Eduardo, Cazares (Dátolo) e Patric; Clayton (Robinho ou Hyuri) e Lucas Pratto
Técnico: Diego Aguirre

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Kelvin, Paulo Henrique Ganso e Michel Bastos; Calleri
Técnico: Edgardo Bauza

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “São Paulo tenta quebrar tabu contra o Atlético-MG e avançar às semifinais

  1. ate que fim o soberano escuto o beto e colocou uma #hoje tem são paulo no twitter , vai lá deixar sua mensagem ok

    amanha falo do grande jogo nas dicas do beto ok

    para sempre soberano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.