São Paulo tem negociação avançada por Vargas e já discute salário

O São Paulo está perto de contratar o atacante chileno Eduardo Vargas, que pertence ao Napoli (ITA). As negociações estão avançadas, mas faltam alguns detalhes para o acordo ser finalizado.

Como o clube italiano só aceita vender o jogador por 15 milhões de euros (cerca de R$ 40 milhões), as conversas são para um empréstimo. Além de uma quantia financeira, alguns jogadores do Tricolor podem ser envolvidos no negócio e a decisão está com o Napoli.

Os representantes do jogador estão no México, onde dois clubes também demonstraram interesse em Vargas. O Grêmio, que nunca escondeu o desejo de contar com o chileno, perdeu força nos últimos dias e é um destino improvável.

O São Paulo já negocia a questão dos salários e tenta dividir a conta com o Napoli. Se tiver de pagar tudo sozinho, uma saída para o Tricolor seria uma parceria com alguma empresa, como foi feito no caso do zagueiro Lúcio, que terá um salário superior ao teto do clube, já que uma parte será pago pela Visa.

Dentro do clube, o nome do atacante de 23 anos já é comentado desde antes do Natal. Adalberto Baptista, diretor de futebol, está de férias na Europa e pode aproveitar a viagem para fechar os últimos detalhes do acordo na Itália. A informação de que Vargas interessava ao Tricolor foi divulgada pelo jornal Diário de São Paulo.

O atacante está insatisfeito no Napoli e deseja voltar ao mercado da América do Sul. Na última janela de transferências, ele foi procurado, mas queria continuar na Europa, já que tinha jogado apenas seis meses pelo Napoli. Na época, aceitaria apenas uma troca para outro clube do futebol europeu.

Agora Vargas pensa diferente. Muito criticado pela imprensa e pelos torcedores, o jogador quer deixar o país e vê no Brasil um ótimo mercado para se recuperar.

Em 2011, ele foi um dos grandes destaques da Universidad de Chile, que conquistou a Copa Sul-Americana naquele ano, com um futebol envolvente e de muita velocidade.

Destro e rápido, tem as características para substituir Lucas. Na semana passada, Adalberto afirmou que buscava um grande jogador para substituir o camisa 7 e tinha dois nomes na mira.

Vargas está de férias no Chile e quer ter seu futuro decidido o mais rápido possível. Para o ataque, o São Paulo já contratou Aloísio (Figueirense) e Negueba (Flamengo) e está muito perto de anunciar Wallyson, que estava no Cruzeiro.

Os últimos clubes de Vargas:

Universidad de Chile
Revelado pelo Cobreloa (CHI) em 2006 aos 17 anos, ganhou destaque quatro anos depois com a camisa da Universidad de Chile, quando ajudou La U a chegar na semifinal da Copa Libertadores daquele ano. Porém, sua melhor temporada ainda estaria por vir. Em 2011, com o técnico argentino Jorge Sampaoli, se tornou o principal jogador da equipe e se notabilizou ao marcar 11 gols para pintar como goleador na campanha vitoriosa da Copa Sul-Americana. Com a marca, Vargas é o maior artilheiro em uma só edição do torneio. Além disso, sagrou-se campeão do Apertura e do Clausura. Foi vendido no fim de 2011 ao Napoli (ITA) por cerca de 15 milhões de dólares.

Napoli
Chegou sob grande expectativa após a excelente passagem pela Universidad de Chile. Com a temporada 2011/2012 já em curso e com Cavani e Lavezzi de titulares, não teve muitas oportunidades. E mesmo com a venda de Lavezzi ao Paris Saint Germain (FRA), em julho, Vargas continuou como reserva na temporada 2012/2013. Marca seu primeiro gol no clube quase nove meses depois de sua estreia, em vitória por 4 a 0 sobre o AIK (SUE), em jogo válido pela Europa League. Na ocasião, o atacante anotou três, dos quatro gols napolitano,s e se tornou o primeiro chileno a marcar um “hat-trick” em uma copa europeia. Seguiu sem muitas chances até o fim deste ano.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*