São Paulo tem aproveitamento de 70% após demitir últimos técnicos

Se a partida entre Grêmio e São Paulo obedecer ao retrospecto, o Tricolor da Barra Funda tem uma grande chance de sair-se vencedor. No jogo seguinte à demissão de seus últimos dez técnicos, anteriores a Diego Aguirre, o Soberano tem ótimo aproveitamento de 70%, com sete vitórias e três derrotas. O uruguaio não comanda mais o clube paulista após o empate no Majestoso e, nesta quinta-feira, às 19h00 (horário de Brasília), o São Paulo recebe o rival gaúcho pelo Campeonato Brasileiro.

Relembre:
O primeiro jogo do Tricolor após demitir Dorival Júnior no início deste ano foi contra o Red Bull Brasil. A equipe da Barra Funda, sob o comando de André Jardine, saiu atrás no placar, mas conseguiu a virada com tentos de Nininho (contra), Arboleda e Marcos Guilherme: 3 a 1.

No dia 9 de julho de 2017, a primeira partida do São Paulo após a saída de Rogério Ceni foi o clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, pelo Brasileirão. Copete marcou os três primeiros gols do confronto e fez o 3 a 0. Os são-paulinos tentaram reagir, com Shaylon e Arboleda, mas não conseguiram o empate nem a virada.

Depois de demitir Ricardo Gomes, antecessor de Ceni, o Tricolor enfrentou o Atlético-MG em Belo Horizonte e conseguiu o triunfo. Hyuri marcou para o Galo, mas Maicon e Gilberto, já nos acréscimos do jogo, decretaram a vitória aos paulistas. Anteriormente, quando o argentino Edgardo Bauza quis sair do cargo para comandar a seleção de seu país, também em 2016, o São Paulo jogou contra o Santa Cruz no embate seguinte. Com dois de Chávez, o time venceu o rival nordestino por 2 a 1.

Em 2015, após a demissão de Doriva, a vítima da vez novamente foi o Galo de Minas Gerais. No Morumbi, comandado interinamente por Milton Cruz, o Tricolor goleou o adversário por 4 a 2: Luan e Dátolo marcaram para os visitantes, enquanto Alan Kardec (duas vezes), Michel Bastos e Luis Fabiano garantiram o triunfo são-paulino.

Anteriormente, quando Juan Carlos Osorio aceitou o convite do México e deixou o São Paulo, o clube paulista enfrentou o Fluminense no Maracanã. E perdeu: placar de 2 a 0 para os cariocas, com gols de Fred e Marcos Júnior. Já em 8 de abril de 2015, após o fim da longa “Era Muricy”, que saiu por problemas de saúde, o Tricolor derrotou a Portuguesa por 3 a 0: tentos de Dória, Alexandre Pato e Hudson, em partida válida pelo Paulistão daquele ano.

Depois de Paulo Autuori deixar o comando do clube, em 2013, o primeiro jogo do São Paulo foi contra a Ponte Preta. Mais uma vez, o Tricolor saiu-se vencedor: placar mínimo de 1 a 0, com gol de Luis Fabiano, que recebeu assistência de Paulo Henrique Ganso.

No dia 7 de julho daquele ano, após a demissão do antecessor de Autuori, Ney Franco, o time da Barra Funda mais uma vez saiu-se derrotado pelo Santos. O Peixe fez 2 a 0 no rival estadual, com tentos de Giva e Cícero.

Por fim, a primeira partida do São Paulo depois da saída de Emerson Leão, em 2012, foi o duelo contra o Cruzeiro, pela Série A do Campeonato Brasileiro daquele ano. O Tricolor venceu os celestes por 3 a 2, com gols são-paulinos anotados por Luis Fabiano, Lucas e Jadson.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*