São Paulo restringe Reffis como prevenção e orienta atletas

O São Paulo restringiu o acesso ao Reffis do CT da Barra Funda a partir desta semana. O clube decidiu liberar os jogadores que estavam em tratamento para seguir a recuperação nas suas casas. Trata-se de uma medida de prevenção no combate ao coronavírus.

Tiago Volpi, Walce, Rojas e Helinho estão em recuperação e seguem recebendo orientações diárias do São Paulo para continuar os respectivos tratamentos. Eles ganharam kits para cumprir o cronograma de atividades e são acompanhados por aplicativos online.

Apesar da restrição ao Reffis, os jogadores do São Paulo poderão seguir treinando fisicamente no CT da Barra Funda, desde que obedeçam as recomendações dos órgãos de saúde de isolamento social.

A última partida de cada um dos quatro jogadores lesionados foi:

Tiago Volpi – LDU – no dia 11 de março (sofreu pequena fratura na mão direita)

Walce – CSA – no dia 8 de dezembro de 2019 (rompeu ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo em jogo-treino com a seleção brasileira olímpica)

Helinho – Palmeiras – no dia 26 de janeiro (estiramento nos ligamentos do tornozelo esquerdo)

Rojas – Vitória – no dia 26 de outubro de 2018 (sofreu duas lesões graves no joelho direito e vive a expectativa de voltar aos gramados. Foi inscrito na Copa Libertadores)

Desde a semana passada o São Paulo paralisou seus departamentos de futebol profissional masculino, feminino, de base e também fechou a sede social do clube como medidas para frear a disseminação do coronavírus.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.