São Paulo reedita dupla de garçom e artilheiro na final da Copinha

São Paulo e Vasco se enfrentam nesta sexta-feira no Pacaembu, às 15h30 (de Brasília), na decisão da 50ª edição Copa São Paulo de Futebol Júnior. Para este jogo o Tricolor terá a volta de um jogador fundamental na campanha: Gabriel Novaes.

Artilheiro da competição com 9 gols, Gabriel Novaes levou o cartão vermelho nas quartas de final, contra o Cruzeiro. Dos oito jogos do São Paulo até aqui, o atacante marcou em cinco deles, com direito a um “hat-trick” na vitória contra o Rio Claro.

Além de poder contar com o homem gol do time, Orlando Ribeiro vai poder voltar usar uma dupla que deu trabalho para os adversários na competição: Gabriel Novaes e Antony. Dos nove gols que Novaes fez, cinco foram com assistência de Antony, que também assumiu o protagonismo na ausência do artilheiro, e marcou duas vezes na semifinal contra o Guarani.

Antony e Gabriel Novaes, a dupla que ajudou a levar o São Paulo a mais uma final de Copinha — Foto: Tetê Viviani/sãopaulofc.net

Antony e Gabriel Novaes, a dupla que ajudou a levar o São Paulo a mais uma final de Copinha — Foto: Tetê Viviani/sãopaulofc.net

Ao longo da competição, Antony foi crescendo de produção até se tornar o jogador mais importante do São Paulo. Além das assistências, o jogador tem três gols. Ele, inclusive, já treina com os profissionais, mas desceu para o sub-20 só para disputar a Copinha.

– É a maior alegria da minha, um sonho de criança, disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior tendo um acesso no profissional – disse Antony em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Invicto na Copinha, o Tricolor venceu seis vezes e empatou duas, contra Ferroviária, ainda na fase de grupos, e Cruzeiro, quando avançou nos pênaltis nas quartas de final. A equipe de Orlando Ribeiro marcou 26 gols e tomou apenas sete. O time também já levou 13 cartões amarelos e dois vermelhos.

O São Paulo vai em busca do seu quarto título da Copa São Paulo (venceu em 1993, 2000 e 2010), já o Vasco tenta alcançar o segundo. A única conquista dos vascaínos foi exatamente contra o Tricolor, em 1992.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.