Após um ano, Tricolor tem cinco da Copinha 2018 no profissional

O São Paulo é finalista da Copinha pelo segundo ano consecutivo. Derrotado por 1 a 0 pelo Flamengo na decisão de 2018, o Tricolor encara o Vasco às 15h30 desta sexta-feira, no Pacaembu, em busca de seu quarto troféu na competição – os outros foram erguidos em 1993, 2000 e 2010.

O time atual está cheio de remanescentes da campanha do ano passado, mas boa parte daquela equipe hoje faz parte do elenco profissional. O LANCE!mostra abaixo quem subiu, quem continua no sub-20 e quem ainda pode subir.

O TREINADOR

André Jardine
André Jardine foi promovido – FOTO: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Técnico da equipe sub-20 do São Paulo na final da Copinha de 2018, André Jardine foi promovido pouco depois ao cargo de auxiliar do profissional e, no fim do ano, acabou efetivado como treinador. Orlando Ribeiro, que já estava na base são-paulina, assumiu o seu lugar e levou o Tricolor à decisão deste ano.

SÓ UM TITULAR DE 2018 SERÁ TITULAR NOVAMENTE

Tuta

Tuta em ação na Copinha – FOTO: Tetê Viviani/saopaulofc.net

Os 11 titulares do São Paulo na derrota por 1 a 0 para o Flamengo foram Júnior, Tuta, Walce, Rodrigo e Bruno Dip; Luan, Liziero, Gabriel Sara e Igor Gomes; Toró e Helinho. Só um desses jogadores será titular novamente nesta sexta-feira: Tuta. Lateral-direito em 2018, ele vem jogando na zaga em 2019.

O jovem de 19 anos fez diversos treinos com a equipe profissional na reta final de 2018 e chegou a ser relacionado para algumas partidas, mas não teve chance de entrar. Ele pode ser promovido definitivamente ainda neste ano.

Gabriel Sara seria outro remanescente. Ele começou a Copinha deste ano usando a camisa 10 e marcando três gols na goleada por 7 a 2 sobre o Holanda-AM, mas sofreu uma lesão muscular e foi cortado do grupo.

QUEM FOI PROMOVIDO?

Helinho fez sua estreia como profissional no último fim de semana e marcou o segundo gol do São Paulo na partida
Helinho já é titular do profissional (Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Cinco jogadores do elenco vice-campeão da Copinha já fazem parte definitivamente da equipe profissional, sendo que todos foram titulares na final de 2018: Rodrigo, Luan, Liziero, Igor Gomes e Helinho. Destaque para Helinho, que começou esta temporada entre os 11 e jogando bem.

Assim como Tuta, o zagueiro Walce chegou a treinar com os profissionais na reta final de 2018. Ele disputaria a Copa São Paulo novamente neste ano, mas foi convocado para defender a Seleção Brasileira no Sul-Americano Sub-20 junto com Luan, Igor Gomes e Toró. Quando voltar, deve ser utilizado na Libertadores Sub-20, embora também tenha chance de ser promovido ainda este ano ao grupo principal.

ANTONY TAMBÉM CHEGOU A SER PROMOVIDO

Antony - SPFC na Copinha

Antony é o craque do time – FOTO: Celio Messias/saopaulofc.net

Antony, que entrou no segundo tempo da decisão da Copinha de 2018, também foi promovido de forma definitiva ao elenco profissional no fim do ano passado, tendo participado de três partidas do Brasileirão. Após a convocação de Toró para a Seleção Sub-20, o clube decidiu “emprestá-lo” para disputar e ser uma das referências da Copinha. Tem dado certo: é o craque do time, com três gols e cinco assistências.

OS RESERVAS DE 2018 QUE HOJE SÃO TITULARES

Fabinho - SPFC na Copinha
Fabinho entrou na final de 2018 – Tetê Viviani/saopaulofc.net

Os três jogadores que entraram no segundo tempo da final do ano passado hoje são titulares do São Paulo na Copinha: além de Antony, os também atacantes Fabinho e Gabriel Novaes. Este último, aliás, é o artilheiro da competição com nove gols.

O goleiro Thiago Couto, o lateral-direito Caio e o volante Diego também estavam na reserva em 2018 e hoje compõem a equipe titular.

Por sinal, os 11 escolhidos para a decisão devem ser Thiago Couto, Caio, Tuta, Morato e Welington; Diego, Rodrigo Nestor e Paulinho; Fabinho, Antony e Gabriel Novaes.

ELES SEGUEM COMPONDO O ELENCO

Cássio - São Paulo FC
Cássio estava no elenco de 2018 – FOTO: Divulgação

Os volantes Cássio e Rafael foram reservas na decisão de 2018 e seguem como opções de banco em 2019. Cássio tornou-se conhecido da torcida após a final da Supercopa Sub-20, no fim do ano passado, quando tirou sarro do Palmeiras após a vitória são-paulina nos pênaltis, no Allianz Parque.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.