São Paulo recusa proposta da Inglaterra de R$ 96 milhões por Lucas

O Manchester United resolveu abrir o cofre para tirar Lucas do São Paulo. Após oferecer € 33 milhões (R$ 82,4 milhões) na última semana, valor que não foi aceito pelo presidente Juvenal Juvêncio, o clube inglês fez uma nova oferta: € 38 milhões (R$ 96 milhões) para levar o atleta logo após a disputa das Olimpíadas de Londres. E, assim como na primeira oferta, a resposta tricolor foi a mesma: não.

Vale ressaltar que a segunda proposta atinge a pedida inicial do clube do Morumbi. Até dia 1° de agosto, o Tricolor tem 80% dos direitos econômicos do atleta e, segundo confidenciou uma pessoa ligada à diretoria, o clube estaria disposto a liberar o camisa 7 se recebesse € 30 milhões livres (R$ 75 milhões), o que aconteceria agora. Assim, o clube ficaria com o valor pedido e Lucas, que tem 20%, receberia € 7,4 milhões (R$ 18,5 milhões).

Porém, Juvenal Juvêncio, pelo menos neste instante, mudou de ideia. Apesar de o dinheiro ser importante para manter em dia as contas do clube, que atualmente não tem patrocinador, o dirigente reconhece que Lucas é peça importantíssima para que o São Paulo tenha condições de brigar pelo título brasileiro e quebrar um jejum de conquistas que começou em 2009 e já incomoda os torcedores, principalmente porque em 2012 todos os grandes rivais paulistas já levaram uma taça.

Uma pessoa com bastante trânsito na diretoria do São Paulo resolveu falar sobre a questão.

– Futebol vive de conquistas e não de um superávit maior. Ele será peça importante nos títulos que o clube vai conquistar – afirmou.

Os representantes de Lucas só observam a questão. Se o clube conseguir bater o pé e realmente não vender o atleta até o fim da janela europeia de negociações para o exterior, eles vão tentar um aumento salarial para o jogador, que hoje ganha R$ 120 mil mensais e, a partir do início de agosto, receberá R$ 130 mil. A reclamação é que, apesar de todo assédio em cima do jovem, o camisa 7 tem apenas o sexto maior salário do elenco.

O São Paulo sonha conquistar uma vaga para a Taça Liberadores da América de 2013 para manter Lucas no Morumbi até o meio da próxima temporada. Resta saber se conseguirá segurar sua principal peça até lá.

Fonte: Globo Esporte

6 comentários em “São Paulo recusa proposta da Inglaterra de R$ 96 milhões por Lucas

  1. Está certíssimo em não vender! Eu prefiro ver o time com o Lucas, que é um grande jogador, do que ver ele ser vendido por milhões e ter esses milhões torrados em jogadores abaixo da capacidade dele.
    Se queremos ver uma equipe forte e capaz de brigar por títulos, não podemos torcer para os poucos bons jogadores que nos restam sair. Ou alguém tem alguma dúvida de que trariam jogadores com muita fama e pouca bola?

    Todo mundo (inclusive eu) se animou pra caramba quando fecharam com o Luís Fabiano, mas até agora não vi nada de mais no jogo dele. Jadson também não foi barato, e até agora nada. De que adianta mandar o Lucas embora por 100 milhões e trazer mais dois ou três Jadsons?

    Sou muito mais o Lucas, espero que o clube consiga mantê-lo até 2014 pelo menos, e consiga trazer jogadores eficientes para montar uma equipe e vencer campeonatos. É só olhar para o elenco de Corínthians e Palmeiras, não tem grandes craques em nenhum dos dois, tem sim é jogadores com raça, eficiência e pouca fama. O nome se conquista.

  2. Quem não se lembra de quanto dinheiro essa PRAGA DO JUVENAL já fez o SPFC perder?
    Miranda, Hernanes (vendeu abaixo do que ofereceram da primeira vez), Casemiro (recentemente ofereceram 18 milhões de euros por ele), doutros que não me recordo agora.
    Esse BÊBADO MALDITO ESTÁ arruinando o tricolor, graças a esse bando de conselheiros frouxos que deram carta branca para o ditador, e ainda eles morrem de medo dessa besta lazarenta.

  3. Concordo, além do que, acho que o Lucas não vale tudo isso.

    Alguém se lembra do França?

    Era uma outra administração, mas ficaram na mesma enrolação, e acabaram perdendo muito dinheiro, quando finalmente venderam o jogador.

  4. É isso ai, acho que o São Paulo tem realmente que valorizar o seu “produto”, mas levando as circunstancias enque o clube se encontra acho nesse momento pelo menos tentar atingir os 100 milhões ai sim, deveria vender o craque. Com essa grana daria para montar um time de primeira qualidade! E conquista de títulos que é isso que importa para o torcedor. E esse patrocínio do SP não vai sair não é? Eitcha diretoria fraca hein?

  5. Mais uma cagada desta diretoria. Era para ter vendido. Quem é mais ídolo – Lugano ou Lucas? Pega a porra do dinheiro do Lucas traz o Lugano para os proximos 5anos, contrata um outro meio campista e ainda sobra dinheiro.
    Diretoria que não enxerga 1 palmo a frente do rosto é assim mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*