São Paulo pode enfrentar o América-MG com quatro laterais

O São Paulo pode ter uma escalação inusitada para defender a liderança do  Campeonato Brasileiro diante do América-MG, neste sábado, no Morumbi. A depender da situação física de alguns jogadores, o técnico Diego Aguirre pode lançar mão de até quatro laterais de ofício na formação titular.

Tal cenário só aconteceria se Everton não se recuperar a tempo de um desconforto na região posterior da coxa esquerda, e Bruno Peres reunir condições de atuar após sofrer um estiramento no adutor da perna direita.

Everton iniciou a fisioterapia no Reffis do CT da Barra Funda na última terça-feira. Como ainda teria de passar por um processo de transição antes de reintegrar os treinos com o grupo, o camisa 22 tem grandes chances de virar desfalque para sábado.

Neste caso, em substituição a Everton, Aguirre tem novamente a opção de utilizar Reinaldo como ponta e Edimar na lateral esquerda, a exemplo do que ocorreu nas partidas diante de Corinthians e Fluminense. Liziero e Everton Felipe, no entanto, também são alternativas.

Do lado direito, a situação é um pouco mais simples. Bruno Peres, desfalque nos últimos três jogos, ocupa um estágio de recuperação mais avançado. Na última terça, inclusive, realizou um trabalho à parte com bola no gramado. A expectativa é de que ele esteja pronto até sábado.

O quarto lateral na formação seria Régis, que cumpriu suspensão no clássico contra o Santos. Acostumado a jogar como ala pela direita, o camisa 33 entraria no lugar de Joao Rojas, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, assim como o zagueiro Bruno Alves.

Caso isso venha se confirmar, o São Paulo entraria em campo com: Sidão; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Edimar; Jucilei, Hudson e Nenê; Régis, Diego Souza e Reinaldo.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

6 comentários em “São Paulo pode enfrentar o América-MG com quatro laterais

  1. Alguém poderia explicar a compra do Éverton Felipe?
    Também acho que ninguém; pelo menos com argumento técnico. Afinal, disputaram o cara, segundo a imprensa, com outros clubes para, agora, quando necessitarem de atacantes usarem laterais? Não existe explicação plausível. Fora que veio tirar oportunidades de jovens do elenco que nada custaram para subir de categoria e que são preteridos por ele ter sido comprado com incentivo do treinador…

  2. Se o Helinho ainda estivesse no S.paulo, era fechar os olhos e substituir
    Rojas por ele. Era como trocar 6 por meia duzia !!
    Dependendo do dia o Helinho superaria o Rojas em alguns lances !!!!!!!!!!!!!!!

  3. Acho muita improvisação pode dar certo, pode mas precisamos ter opçoes de velocidade para repor o everton e o rojas será que nao tem um moleque da base que possa jogar Helinho, toró ou mesmo o Brener?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*