São Paulo passa de desacreditado a 75% de chances na Libertadores

Cercado de desconfiança pelo insucesso nos principais jogos do ano até então, o São Paulo deu um passo muito importante rumo à classificação para o mata-mata da Copa Libertadores ao vencer o San Lorenzo por 1 a 0, na quarta-feira. Antes desacreditado, o time agora tem boas chances de ficar com uma das duas vagas do grupo 2 do torneio.

Para o Infobola, site do matemático Tristão Garcia, as chances da equipe treinada por Muricy Ramalho, com seis pontos em nove disputados, passaram a ser de 75%, contra 27% dos argentinos (que têm três pontos e três gols a menos de saldo) e 3% do Danubio, do Uruguai. O Corinthians, com aproveitamento total em três rodadas, aparece com 95%.

“Foi uma vitória que pode mudar tudo. Falei isso para os jogadores”, disse o treinador, na quarta-feira, ainda festejando o gol comemorado por Michel Bastos aos 44 minutos do segundo tempo.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Muricy Ramalho viu as chances de classificação aumentarem consideravelmente com a vitória de quarta-feira

Restando três jogos nesta fase, o São Paulo voltará a campo pelo torneio em 1º de abril, em novo confronto direto com o San Lorenzo, mas com mando de campo adversário. Se não for derrotada em Buenos Aires, a equipe brasileira poderá assegurar vaga às oitavas de final até com uma rodada de antecedência, desde que vença o Danubio em Uruguai e conte com tropeço argentino diante do Corinthians.

“Não podemos deixar cair agora”, frisou o lateral esquerdo Carlinhos, autor do cruzamento que resultou no cabeceio decisivo de Michel Bastos. “Tem que ser daí para mais. Mostramos contra uma equipe muito boa taticamente que podemos fazer mais. É lógico que temos algumas coisas a corrigir, todos os times têm que corrigir alguma coisa, mas o time não pode perder a postura, a vontade de buscar o resultado”.

Muricy não é grande fã de matemática, especialmente se voltada para o futebol. O treinador sempre lembra o ano de 2008, quando o São Paulo foi campeão brasileiro depois de os especialistas terem apontado seu time com apenas 1% de chances de terminar a competição nacional à frente do Grêmio. Com a pressão recente, porém, os números favoráveis desta vez devem animá-lo.

Mas, antes de se voltar novamente para a Libertadores, o comandante são-paulino retoma as atenções para o Campeonato Paulista, competição na qual a equipe lidera o grupo A, com sete pontos de vantagem, e pela qual enfrentará o Marília, no domingo, no Morumbi. Três dias depois, um novo desafio importante no Estadual: clássico contra o Palmeiras, no Palestra Itália.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “São Paulo passa de desacreditado a 75% de chances na Libertadores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*