São Paulo pagará Kardec com antecipação de cota ‘especial’ da Globo

A antecipação de R$ 50 milhões de receitas de TV da Rede Globo renderá ao São Paulo a contratação do atacante Alan Kardec, emprestado pelo Benfica (POR) ao Palmeiras. Há três semanas o São Paulo firmou a antecipação da verba para pagar um empréstimo de R$ 37 milhões de curto prazo, em conta corrente garantida. Os R$ 13 milhões da Globo que sobraram foram somados a mais cerca de R$ 2 milhões que foram tirados do caixa para selar a operação entre custos de transferência, luvas e comissões. A diretoria confirma a informação.

O São Paulo conseguiu antecipar o montante alto após reaproximação do clube à emissora costurada pelo então candidato a presidente Carlos Miguel Aidar. O diretor da Globo Esportes, Marcelo Campos Pinto, foi recebido por Juvenal Juvêncio, Aidar e aliados no início de março em almoço no Morumbi. O encontro serviu para selar a antecipação dos R$ 50 milhões e uma nova amizade após anos de atrito desde o processo que fez ruir a negociação coletiva de TV pelo Clube dos 13.

A cota do São Paulo pode ser chamada de especial porque a antecipação de receita aos clubes tinha como limite os R$ 20 milhões com prazo de 24 meses para pagamento. O São Paulo conseguiu R$ 50 milhões a serem pagos em quatro anos. A antecipação já foi recebida, em duas parcelas. Primeiramente entraram R$ 28 milhões no cofre do clube, e dois dias depois os outros R$ 22 milhões. Imediatamente o empréstimo de R$ 37 milhões foi pago.

Alan Kardec tem acerto com o São Paulo após a concorrência imposta ao Palmeiras na negociação com o Benfica. A diretoria do presidente Carlos Miguel Aidar tenta tratar o negócio sob sigilo, não confirma acerto, mas só espera o recado do Benfica para poder oficializar a contratação. O jogador receberá R$ 350 mil no Morumbi, valor muito superior ao que ganharia renovando com o Palmeiras. Ao Benfica serão pagos 4,5 milhões de euros (R$ 14 milhões).

Kardec tem contrato com o Benfica e está emprestado ao Palmeiras até o fim de maio. No clube do Palestra Itália, recebe hoje cerca de R$ 160 mil mensais, e gostaria de saltar para R$ 300 mil. Os dirigentes alviverdes queriam enquadrá-lo no sistema de produtividade e, depois que o jogador reduziu seu pedido em três oportunidades, as partes fecharam em R$ 220 mil.

O problema é que, depois do atacante ter acertado com José Carlos Brunoro e Omar Feitosa, dirigentes do departamento de futebol alviverde, o presidente Paulo Nobre voltou atrás e resolveu barganhar por mais R$ 20 mil a menos. A atitude revoltou Kardec e seu estafe, que passaram a ouvir outros clubes, se acertaram com o São Paulo e aguardam que o clube tricolor feche com o Benfica para que a mudança de ares seja oficializada.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.