Presidente do Cruzeiro diz que CBF favorece o São Paulo

Assim como os jogadores, o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, ficou revoltado com a arbitragem de Wagner do Nascimento Magalhães e, além de prometer reclamar, acusou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de favorecer o São Paulo no empate de 1 a 1, no domingo, em Uberlândia, pela segunda rodada do Brasileirão.

“Temos que conversar pessoalmente com o presidente da CBF (José Maria Marin) para que eles comecem a levar a sério a questão da arbitragem no Brasil, porque é duro você investir em time, mais do que os outros, e eles trazerem árbitros para ajudar o adversário a ter um resultado favorável contra o Cruzeiro de empate”, afirmou o dirigente, em entrevista veiculada pela Rádio Itatiaia.

O Cruzeiro reclamou da falta que originou o gol do São Paulo aos 46min do segundo tempo. “A falta foi criada pelo árbitro. A falta era contra o São Paulo, e o árbitro inverteu na hora de terminar o jogo, para sair o gol a favor do São Paulo. As barreiras que o árbitro contava era o dobro da distância, é uma brincadeira a arbitragem no Brasil. É preciso que o presidente da CBF leve isso mais a sério ou, do contrário, nós vamos ter de tomar medidas contra a CBF”, disse o dirigente.

No lance polêmico, os cruzeirenses alegam que Bruno Rodrigo teria sofrido a falta de Luis Fabiano. O zagueiro alegou que protegeu a bola e foi derrubado pelo adversário. O árbitro, no entanto, apontou a infração a favor dos paulistas e até amarelou Samudio, que deu um chute na bola como forma de protesto contra a marcação.

O erro fez até o presidente celeste sugerir uma ligação entre CBF e São Paulo e colocar em dúvida a credibilidade da arbitragem e do campeonato. “Hoje, o presidente do São Paulo (Carlos Miguel Aidar) é advogado da CBF. O presidente da CBF é um ex-atleta, ex-vice-presidente do São Paulo. São pessoas ligadas a um clube lá na CBF que querem ajudar o clube de qualquer maneira. O Aidar está advogando para a CBF nesse caso contra a Portuguesa”, disse Gilvan.

Carlos Aidar, quando assumiu o comando do time paulista, disse que se afastou do caso envolvendo a Portuguesa. Já José Maria Marin foi jogador e dirigente do clube paulista, o que fez Gilvan suscitar essas ligações. “Vou conversar porque é um absurdo deixar isso acontecer. A gente passa a duvidar da honestidade do que está acontecendo lá”, ressaltou.

O presidente ainda relembrou outros erros contra o Cruzeiro, como o pênalti que Sandro Meira Ricci marcou em Ronaldo, em um jogo pelo Brasileirão de 2010.

“Tirou o título do Cruzeiro e deu para o Fluminense, tentando ajudar o Corinthians e ajudou o Fluminense. Nós estamos no futebol não é de brincadeira, o árbitro parece que está lá para poder ajudar determinado time e quase sempre estão ajudando os de São Paulo. O árbitro que fez aquilo ganhou folga na semana seguinte e foi para os Estados Unidos passear. O que pode se pensar de uma coisa dessas?”, ressaltou Gilvan.

 

Fonte: Uol

 

Nota do PP: Começou a choradeira.

4 comentários em “Presidente do Cruzeiro diz que CBF favorece o São Paulo

  1. Eu acho que realmente não houve a falta que deu origem ao gol, mas dizer que uma falta naquela distância era para beneficiar o time visitante é ridículo. Coisa desses times pequenos que vivem inventando teorias conspiratórias do “eixo Rio-São Paulo”.
    Estivesse querendo fazer o resultado, o arbitro deixou passar muitas oportunidades melhores .
    Por exemplo: os jogadores do Cruzeiro botaram a mão não bola pelo menos cinco vezes nessa última partida, sendo que em uma das vezes foi para impedir o Pato de entrar na área, e o árbitro não apresentou cartão amarelo em nenhuma das vezes. Por que? Provavelmente porque estava querendo ajudar o São Paulo…

  2. Para mim é desespero de quem não ganha do São Paulo a mais de 10 anos em Minas ou seja em BH ou Uberlandia ou qualquer outro estadio dentro do territorio mineiro KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  3. ??? Porque ele não fala da corrupção encalacrada no futebol ????
    ????????? Começando nas arbitragens, nas federações, nos stjds, cbfs,
    e no caso portuguesa que se vendeu, pra quem ????
    Futebol, virou aquilo que todos sabemos.

  4. Olha que ladainha essa, o São Paulo foi um dos maiores prejudicados por arbitragem nos últimos anos, e todo mundo viu menos o time do Cruzeiro que a falta do jogador do Cruzeiro existiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.