São Paulo não perde na temida Ilha do Retiro há quase 15 anos

O São Paulo tem uma dura missão às 21h45 desta quarta-feira, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro: Encarar o Sport Recife, na Ilha do Retiro. O estádio do Leão é historicamente uma grande arma contra as equipes que desafiam o rubro-negro pernambucano em seu território. Mas, para a surpresa de muitos, a Ilha não assusta o Tricolor do Morumbi. Pelo menos os números do confronto mostram um aproveitamento incomum de um visitante na Ilha do Retiro.

O time são-paulino não sofre uma derrota no palco da partida desta quarta há quase 15 anos. O último revés foi no longínquo 30 de setembro de 2001, por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro daquele ano. Após isso, os paulistas conseguiram três vitórias e um empate na Ilha do Retiro.

Os números gerais também mostram que é bom o Sport se preparar, pois o apoio de sua fanática torcida não deve fazer tanta diferença para o elenco tricolor. Até hoje, Na Ilha do Retiro, foram seis vitórias para cada lado, além de sete empates, com 25 gols marcados pelos são-paulinos e 20 anotados pelos mandantes.

A última vez que Sport e São Paulo se enfrentaram no estádio do Leão foi no Brasileirão de 2012, quando o Tricolor goleou por 4 a 2. Mas, é bom o esquadrão de Ricardo Gomes ficar atento, porque depois disso o Tricolor foi ao Recife mais duas vezes e saiu de campo derrotado pelo Brasileirão. Perdeu por 1 a 0 em 2014 e por 2 a 0 ano passado. A diferença é que ambas as partidas foram disputadas na Arena Pernambuco, sede da Copa do Mundo.

O São Paulo perdeu os dois últimos jogos contra o Sport, em Recife. Mas, ambos foram na Arena Pernambuco (Foto: Divulgação/Sport Recife)
O São Paulo perdeu os dois últimos jogos contra o Sport, em Recife. Mas, ambos foram na Arena Pernambuco (Foto: Divulgação/Sport Recife)

Para deixar o clima ainda mais tenso, o duelo entre Sport e São Paulo nesta quarta não é importante apenas pelo tabu que está em jogo. A dez rodadas do fim do nacional por pontos corridos, o clube do Morumbi ocupa a 14ª posição, com 35 pontos, enquanto o rubro-negro vem logo abaixo, em 15º, com apenas dois pontos a menos. Ou seja, pode ultrapassar um concorrente direto na briga para fugir da zona do rebaixamento.

“Fizemos jogos de igual para igual com Palmeiras e Atlético-PR e só perdemos na bola parada. Fomos ofensivos e defensivos na maneira que o jogo ofereceu. Fomos bem, mas não vencemos. Vamos buscar a vitória. Não digo que seremos muito ofensivos, mas taticamente muito certinho”, avisou o capitão Maicon, que volta ao time nesta quartam, lembrando as lições diante dos últimos tropeços do São Paulo como visitante.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*