São Paulo mantém esperança em Mirrai, mas espera que ele brilhe na Terceira Divisão

Os seis principais reforços do Nacional em seu retorno à Série A3 do Campeonato Paulista (o clube foi campeão da B no ano passado) chegaram a partir de uma parceria com o São Paulo, que topou ceder alguns atletas em nome de mais rodagem e um “choque de realidade” para o grupo “criado a pão de ló”, segundo o vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro.

O nome mais badalado desta relação é do meio-campista Mirrai, que já foi a grande esperança tricolor nas categorias de base, tem multa avaliada em R$ 30 milhões, mas sofreu com lesões, não conseguiu aproveitar algumas oportunidades e hoje, aos 21 anos, estava encostado no Centro de Formação de Atletas de Cotia. Ao Diário de São Paulo, o ex-diretor das categorias de base do clube, Marcos Tadeu, chegou a dizer que “ele não evoluiu como se esperava e ficou para trás”.

O São Paulo, agora sob um comando nas categorias de base mais integrado ao profissional, ainda confia no potencial de Mirrai, mas espera que ele consiga chamar atenção defendendo as cores do Nacional. Só assim será possível dar uma nova oportunidade ao jogador fora do “Super 20″ ou então emprestá-lo a uma equipe de maior expressão para o segundo semestre – interessados nunca faltaram, inclusive o Cruzeiro, recentemente. Há o entendimento de que Mirrai ainda tem alguns vícios em seu estilo de jogo e também suspeitas de acomodação.

Além de Mirrai, os outros cinco jogadores cedidos pelo São Paulo ao Nacional foram o volante Allan, os zagueiros Polidoro e Valença, o lateral-esquerdo Gabriel e o atacante Bruno Silva, todos até o fim de maio de 2015.

Ao contrário do que se podia imaginar, os meninos de Cotia não foram recebidos como “invasores” pelo grupo do Nacional, que também reúne muitos jovens em busca de espaço, além de alguns jogadores experientes que estiveram na conquista da Bezinha de 2014. O relacionamento no vestiário tem sido saudável, especialmente com Mirrai, titular no empate em 0 a 0 do Nacional com o Grêmio Osasco, nesta quarta-feira.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “São Paulo mantém esperança em Mirrai, mas espera que ele brilhe na Terceira Divisão

  1. Tb pensei q o Nacional seria o B do SPFC…
    Igual o Barcelona e Real Madrid tem….

    Mas pelo visto é apenas para algumas peças de Cotia receber destaque e ser vendido….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*