São Paulo havia oferecido CT de Cotia e ajuda para a Chapecoense

A relação entre São Paulo e Chapecoense sempre foi amistosa. Nas últimas semanas, as diretorias dos clubes estreitaram ainda mais o vínculo.

No dia 20 de novembro, as equipes se enfrentaram na Arena Condá, em Chapecó. Na semana seguinte, os catarinenses estiveram no CT da Barra Funda antes do jogo com o Palmeiras, também pelo Brasileiro.

Na ocasião, os tricolores até ofereceram ajuda para a equipe alviverde na decisão da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional da Colômbia. Como a capacidade mínima de público para a final era de 40 mil pessoas, o clube catarinense procurava um estádio para jogar.

“Conversei bastante com eles. Sugeri de a Chapecoense receber o Atlético Nacional aqui em São Paulo. Falei de exemplos como o do São Caetano, na Libertadores, que conseguiu encher estádio. Tem muito catarinense aqui em São Paulo”, contou o diretor executivo de futebol do São Paulo, Marco Aurélio Cunha.

O clube também se prontificou a ajudar os catarinenses durante a preparação. “Ofereci o CT de Cotia, que poderia ficar à disposição deles”, completou Cunha.

Nesta temporada, o São Paulo já havia emprestado o lateral direito Caramelo para a Chapecoense. Na negociação, o Tricolor ficou com a prioridade de compra do lateral esquerdo Dener. Os dois jogadores morreram no avião, que caiu na Colômbia.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*