São Paulo ganha do Figueirense e entra no G4 do Brasileiro

O São Paulo venceu o Figueirense por 2 a 0 na tarde deste domingo, no Morumbi, e enfim chegou ao G4 do Brasileirão. Agora, a equipe do Morumbi está com 52 pontos, e ocupa a 4ª colocação do campeonato e deixou para trás o Vasco, que perdeu do Santos na Vila Belmiro. O Figueirense segue cada vez mais distante de sair da degola, com 25 pontos – apenas dois acima do lanterna Atlético-GO.

O duelo marcou o encontro do time que tem o melhor rendimento do campeonato nas últimas rodadas contra o que não consegue reagir para sair do Z4. Não por acaso, o Tricolor dominou a partida por completo. No começo, submetendo o Figueirense a forte pressão na saída de bola, o Tricolor conseguiu manter a posse e criar jogadas. O primeiro gol, do artilheiro do campeonto Luis Fabiano, não demorou a sair, em cobrança de escanteio.

O tento de Fabuloso ainda fez com que ele chegasse à marca de Serginho Chulapa. Agora, ambos dividem a artilharia histórica do São Paulo em Brasileirões, com 83 gols marcados. Para atingir a marca absoluta de Chulapa pelo clube, no entanto, ainda faltam 89 gols ao atual camisa 9. São 153 de Luis Fabiano contra 242 de Chulapa. A partida ainda reuniu outra marca: Rogério Ceni fez seu 500º jogo pelo São Paulo, mas não teve trabalho para deter o Figueirense.

Com a bola no pé, o Tricolor conseguiu ampliar ainda no segundo tempo. Douglas – que mais uma vez foi bem na difícil tarefa de substituir Lucas, na Seleção – marcou o segundo. Com o resultado positivo, os são-paulinos reduziram a velocidade e seguraram o placar.

A fase do São Paulo inspira confiança ao elenco e à torcida. Dos últimos 18 pontos disputados pela equipe (seis jogos), o Tricolor conquistou 16. São cinco vitórias e um empate. O clube do Morumbi nunca esteve tão perto de voltar a Libertadores. Após a 30ª rodada deste fim de semana, são sete pontos de distância para o Internacional (6º) e dois pontos para o Vasco (5º).

Apesar do desfalque de última hora de Denilson, o São Paulo não teve dificuldades. Maicon entrou em seu lugar e acabaou o jogo com uma boa atuação e uma assistência. A solidez defensiva se deve à linha de zaga do técnico Ney Franco, cada vez melhor. Paulo Miranda, agora lateral-direito, apoia e defende com competência. Cortez, pelo outro lado, deixa menos espaços na marcação a cada jogo. O Figueira teve dificuldades para trocar passe, e não conseguiu melhorar no segundo tempo, mesmo com a queda de rendimento do time mandante.

Cada vez mais perto da Libertadores, o São Paulo tem no meio desta semana a melhor das chances para consolidar a permanência no G4. Na quinta-feira, o adversário será o Atlético-GO, lanterna do Brasileirão, no mesmo Morumbi. Jogo que pode servir para começar a briga pelo 3º lugar do campeonato e para Luis Fabiano ultrapassar Serginho Chulapa como o maior goleador do clube em Brasileiros.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2×0 FIGUEIRENSE

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 14/10/2012, às 16h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Auxiliares: Alessandro A.Rocha de Matos (Fifa-BA) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)

Gols: Luis Fabiano, 14/1T (1-0) e Douglas, 20/1T (2-0).

Renda / Público: R$ 655.694,00 / 26.444 pagantes (27.641 presentes).

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Tolói, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Maicon (Cícero, 37/2T), Jadson (Casemiro, 35/2T) e Douglas; Osvaldo (Ademilson, 44/2T) e Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco.

FIGUEIRENSE: Wilson; Elsinho, João Paulo (Edson, 24/1T, depois Doriva, 16/2T), Sandro e Hélder; Jackson, Claudinei, Coutinho e Ronny; Júlio César (Botti, 33/2T) e Aloísio. Técnico: Márcio Goiano.
Foto: Vipcomm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*