São Paulo ganha clássico e se aproxima da liderança

Uma boa apresentação de futebol. Assim pode se definir a vitória de 2 a 1 do São sobre o Santos, na tarde deste domingo, no Morumbi. Exibição de gala do quarteto fantástico do São Paulo, que encerrou o jejum de vitórias do time contra o rival. O Tricolor não vencia um San-São desde o dia 10 de junho de 2012, quando no Campeonato Brasileiro derrotou o Peixe por 1 a 0.

A vitória leva o São Paulo para a terceira colocação do Campeonato Brasileiro, com 32 pontos. O Tricolor tem quatro pontos a menos que o líder Cruzeiro, porém, os mineiros jogam às 18h30 deste domingo e a vantagem pode aumentar. Já o derrotado Santos permanece na oitava posição com 23 pontos conquistados.

Com toques rápidos, o quarteto mágico do São Paulo formado por Ganso, Kaká, Alexandre Pato e Alan Kardec envolvia o setor de marcação do Santos. Triangulações pelo lado esquerdo e jogadas de profundidade levaram perigo ao gol de Aranha, que teve que se esforçar para defender a meta santista. Jogando melhor, o gol do São Paulo não demorou a sair.

De forma brilhante e comprovando o bom futebol que tem nos pés, Paulo Henrique Ganso recebeu passe de lateral dentro da área do Santos, girou sobre a marcação e sem deixar a bola cair balançou a rede em grande estilo! Gol que premia a boa atuação do camisa 10 são paulino. O tento de seu ex-camisa 10 fez o Santos acordar e até mesmo assustar Rogério Ceni, mas nada que tirasse a vitória parcial do São Paulo na primeira etapa.

Rildo foi lançado a campo no lugar do inoperante e inofensivo Leandro Damião. O camisa 9 pouco fez durante os primeiros 45 minutos e foi justamente substituído. A mudança logo surtiu efeito e, jogando agora de centroavante, Gabriel teve duas oportunidades para empatar o jogo.

O quarteto fantástico manteve o bom nível, perdeu muitas oportunidades, mas não ampliou o placar. O Santos estava perto do empate? Não.

Gabigol não recebia bolas do meio de campo, quando tentava sozinho, falhava. Coube a Rildo arrancar pelo lado direito e ser derrubado dentro da área por Alvaro Pereira. Como gente grande, Gabriel deslocou Rogério Ceni e empatou a partida. Para infelicidade santista, o 1 a 1 durou pouco no placar.

Alexandre Pato recebeu lindo passe de Alan Kardec dentro da área, tentou, perdeu e, sozinho, sacramentou a vitória do São Paulo.

Sem Ganso e Pato, suspensos, O São Paulo vai até Florianópolis para enfrentar o Figueirense, às 16h do domingo. Entretanto, nesta quinta-feira, o Tricolor tem o primeiro duelo da Sul-Americana, contra o Criciúma, fora de casa.

O Peixe também tem um confronto nesta quinta. O Santos encara o Grêmio, na Arena do time gaúcho, pela Copa do Brasil. Já às 16h do próximo domingo o time da Vila tem o duelo contra o Botafogo, no MaracanãFICHA TÉCNICA:

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 1 SANTOS

Local: Morumbi, São Paulo (SP)

Data/Hora: 24 de agosto de 2014, às 16h

Árbitro: Vinicius Furlan (SP)

Auxiliares: Vicente Romano Neto e Carlos Augusto Nogueira Júnior (ambos de SP)

Público e renda: 31.281 / R$ 955.453,00

Cartões amarelos: Pato, Rafael Toloi, Ganso, Paulo Miranda, Alvaro Pereira (SPO); David Braz, Vadimir, Gabriel (SAN)

Gols: SPO: Ganso, 24’/1ºT (1-0); Pato, 42’/2’T (2-1) Gabriel, 40’/2ºT (1-1);

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Edson Silva e Alvaro Pereira; Denilson, Souza, Ganso e Kaká (Hudson, 45’/2ºT); Alexandre Pato e Alan Kardec. Técnico: Muricy Ramalho.

SANTOS: Aranha; Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Mena; Alison (Souza, 21’/2ºT), Arouca e Lucas Lima; Gabriel, Thiago Ribeiro (Patito, 33’/2ºT) e Leandro Damião (Rildo – intervalo). Técnico: Oswaldo de Oliveira..

Um comentário em “São Paulo ganha clássico e se aproxima da liderança

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*