São Paulo escolhe ex-diretor da Penalty para ocupar o cargo de CEO

Menos de 24 horas após anunciar a saída de Alexandre Bourgeois, a diretoria do São Paulo já escolheu quem será o novo CEO do clube. Trata-se de Paulo Ricardo de Oliveira, que ocupava a mesma função no Grupo Cambuci, empresa que administra a marca esportiva Penalty, responsável por vestir o Tricolor entre janeiro de 2013 e abril deste ano. O anúncio da chegada do novo executivo será feito ainda nesta sexta-feira.

Alex chegou ao Morumbi em meados de junho, após ser indicado pelo empresário Abílio Diniz ao presidente Carlos Miguel Aidar. Era do executivo um dos planos de gestão para profissonalizar os dirigentes do clube, mas o projeto apresentado por ele acabou recusado pelo mandatário. A saída foi justificada pelos cartolas por falta de resultados e concretizada no início da noite da última quinta-feira.

Paulo já trabalhou na Pirelli, fabricante de pneus, e na Onofre, rede de farmácias populares. Nos dois últimos anos, precisou encarar relação turbulenta com o próprio Tricolor, que envolveu reclamações de atrasos no pagamento e na distribuição de materiais. A parceria do clube do Morumbi com a Penalty ruiu de vez no fim do ano passado, quando as notícias do acerto com a Under Armour vazaram e gafes foram cometidas em ações com o ídolo Rogério Ceni.

Uma agência de publicidade contratada pela marca para divulgar o lançamento de uma camisa especial feita para o Mito se precipitou e panfletos digitais circularam na internet com um convite para o anúncio da aposentadoria do goleiro. O deslize irritou Ceni, que já negociava para renovar o contrato com o São Paulo e fez o anúncio da permanência no mesmo dia em que o uniforme que gerou a polêmica foi lançado. Ainda assim, as etiquetas das peças continham a inscrição “camisa da despedida”.

A Penalty ainda brigou para tentar reconstruir a relação e fazer valer o contrato com o Tricolor até o fim deste ano, como era previsto inicialmente. Em fevereiro, porém, um acordo foi feito entre as partes e agendou o fim da parceria para abril, quando a Under Armour, enfim, foi oficializada como nova fornecedora de materiais esportivos.

Fonte: Lance

6 comentários em “São Paulo escolhe ex-diretor da Penalty para ocupar o cargo de CEO

  1. Quiseram agradar o Diniz achando que ele injetaria grana no clube e como isto não aconteceu “vamos voltar à situação anterior”.
    ” Briga de cachorro grande”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*