São Paulo enfrenta a LDU de Loja no aquecimento para a Libertadores-2013

O São Paulo joga o planejamento de um ano inteiro na noite desta quarta-feira, no Morumbi, contra a LDU de Loja, às 22h. A partida vale a permanência na Copa Sul-Americana e o aquecimento para a Libertadores de 2013, torneio que a diretoria nem cogita ficar fora.

O primeiro jogo das oitavas de final, no Equador, terminou com o placar de 1 a 1. Nesta quarta-feira, o São Paulo avança às quartas caso vença ou empate por 0 a 0.

A LDU de Loja subiu para a Série A equatoriana no ano passado, e disputa pela primeira vez a Copa Sul-Americana. Atualmente, ocupa a penúltima posição da segunda fase do campeonato nacional. O currículo raso, no entanto, não tira o significado do jogo para o São Paulo. Elenco e diretoria tricolores enxergam o confronto como um dos mais importantes do ano. Uma vitória mantém o clube na briga pela vaga direta para a Libertadores 2013, e aquece time e torcida para a importante competição da próxima temporada.

– Ser eliminado pela LDU de Loja, uma equipe não tão conhecida, é dificil. É um dos jogos mais importantes do ano. Se ganhar, passamos de fase. Se perder, seremos eliminados e as críticas vêm. É obrigação porque carregamos um escudo no nosso peito, de time que tem de ser campeão. Essa vitória é muito importante para o ano, precisamos de um título – afirmou o volante Denilson, na manhã de terça-feira, no CT.

A motivação do camisa 15 é reforçada pelo meia Jadson:

– Em casa temos de impor nosso ritmo, conseguir a vitória, porque é obrigação classificar. Os jogadores estão conscientes e focados.

Com a derrota para o Flamengo, no fim de semana, no Engenhão, a meta de terminar o Brasileiro na segunda posição ficou mais distante. Agora, a diretoria já vê a vaga direta pelo título da Sul-Americana como mais provável.

E o São Paulo aposta tudo na Libertadores de 2013. Se renovar o contrato no fim deste ano, Rogério Ceni deve fazer sua última temporada no ano que vem. Será, também, a última chance para o presidente Juvenal Juvêncio conquistar o título. Seu atual – e terceiro – mandato acaba em abril de 2014.

A importância desta Copa Sul-Americana

Rogério Ceni
O capitão ainda nem acertou sua renovação para o ano que vem. Se ficar para 2013, deve fazer sua última temporada antes de se aposentar. A Libertadores do ano que vem, então, será a última chance de conquistar mais uma vez o título com o goleiro.

Rivais
Neste ano, o Santos venceu o Paulista, o Palmeiras ganhou a Copa do Brasil e o Corinthians conquistou a Libertadores. Sul-Americana é a última chance do São Paulo levantar uma taça em 2012.

Recopa
Se vencer a Sul-Americana, Tricolor terá a chance de enfrentar o Corinthians, campeão da Libertadores, na próxima edição da Recopa Sul-Americana.

Fila
O São Paulo não ganha um título desde o Brasileirão de 2008, e não vence uma competição de mata-mata desde o Mundial de Clubes de 2005.

Investimento
Nesta temporada, o São Paulo já gastou mais de R$ 45 milhões com reforços.

Juvenal Juvêncio
Era diretor de futebol entre 2003 e 2006, na gestão de Marcelo Portugal Gouvêa e participou da conquista continental de 2005. Como presidente, disputou cinco Libertadores, sem título. Em 2013, terá a última chance, já que se mandato se encerra em abril de 2014.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*