São Paulo e Bauza tentam melhorar desempenho fora na Libertadores

Por ter vencido o jogo de ida por 1 a 0, no Morumbi, o São Paulo entra em campo tendo a vantagem de poder empatar com o Atlético-MG na partida de volta, nesta quarta-feira, no Independência. No entanto, o que preocupa o torcedor tricolor é a irregularidade da equipe fora de casa na temporada. E o próprio técnico Edgardo Bauza, nos anos em que conquistou o título da Libertadores (2008 com a LDU e 2014 com o San Lorenzo) também não teve bom aproveitamento atuando como visitante.

Contando os jogos em que comandou os campeões e o São Paulo em 2016, Bauza trabalhou em 19 jogos como visitante. E o aproveitamento é de apenas 21,05%, com uma vitória, nove empates e nove derrotas.Fora de casa, suas equipes marcaram 14 gols e foram vazadas 26 vezes. O próximo jogo, em Belo Horizonte, vale vaga na semifinal.

Em 2008, a LDU jogou a fase de grupos contra Flumimense, Libertad e Arsenal de Sarandí. OP time se classificou na segunda colocação e, dali para frente, sofreu em todas as fases até a decisão. Acabou sendo campeão perdendo o tempo normal do jogo decisivo para o Fluminense, no Rio, por 3 a 1, depois de ter vencido no Equador por 4 a 2. Nos pênaltis, ganhou por 3 a 1.

Em 2014, junto com Botafogo, Unión Española e Independiente del Valle, a campanha foi ainda pior. À frente do San Lorenzo, foram duas derrotas e um empate fora de Buenos Aires. Nas fases seguintes, nenhuma vitória como visitante, mas vaga na decisão garantida diante do Nacional do Paraguai. O título foi conquistado na Argentina, com a vitória por 1 a 0, após igualdade por 1  a 1 na casa do adversário.

Na Libertadores atual, o São Paulo ainda busca sua primeira vitória como visitante. A equipe tem quatro empates (Cesar Vallejo, River Plate, Trujillanos e The Strongest) e uma derrota (Toluca). Mais do que os resultados, chamam a atenção as apresentações ruins em todas as partidas. Ao mesmo tempo em que vai muito bem em casa, é possível dizer que o time ainda não encaixou uma boa partida fora.

Nemesio Diez Stadium; Calleri; Toluca x São Paulo; Libertadores (Foto: Reuters)Calleri disputa a bola com jogador do Toluca, no México: uma derrota e três empates fora de casa (Foto: Reuters)

O que pode servir de impulso para o Tricolor é que a equipe chega ao jogo decisivo diante do Galo tendo quebrado o jejum de não ganhar fora na temporada, já que bateu o Botafogo por 1 a 0, em Volta Redonda, na estreia do Campeonato Brasileiro. E mais: se fizer pelo menos um gol na quarta, pode perder por um de diferença que ainda se classifica.

O volante Thiago Mendes disse que a postura da equipe poderá fazer a diferença em BH:

– É uma nova decisão e começará do zero. Tem de jogar com a mesma vontade do Morumbi para vencer. No domingo, com um time praticamente sub-20, os garotos quiseram jogar e aproveitaram ao máximo. O time todo tem de jogar com garra, determinação e raça para vencer. O momento do São Paulo na Libertadores deixa todos com o pensamento de buscar o título, porque, quando todos estão desse jeito, tudo dá certo – afirmou o meio-campista.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.