São Paulo deve ter time mais veloz no domingo do que na Libertadores

Se na quarta-feira o São Paulo apresentou um jogo truncado, em parte pela ótima formação do Atlético Nacional, mas também pelas características de alguns de seus jogadores, neste domingo o torcedor deve assistir a um time mais leve no Morumbi, contra o América-MG.

Centurión, que estava suspenso na Libertadores, Cueva, que não está inscrito na competição, e Luiz Araújo, que, por decisão de Edgardo Bauza, não ficou no banco de reservas na semifinal, serão os responsáveis por jogar atrás de Alan Kardec, centroavante que tenta recuperar seus melhores momentos para ser protagonista novamente no São Paulo.

Os três da linha que atua como apoio ofensivo ao centroavante têm a velocidade como característica. Cueva, centralizado, não tem a mesma explosão de arrancada, mas conta com habilidade e movimentos rápidos a seu favor.

Luiz Araújo, de 20 anos, é quem tem mais similaridade com o titular Kelvin, lesionado. Por isso, foi surpreendente a decisão do Patón de não levá-lo para o banco de reservas na derrota por 2 a 0 para os colombianos, na última quarta-feira. Ele deverá atuar pelo lado direito.

Campinho mostra a escalação do São Paulo para a partida contra o América-MG (Foto: GloboEsporte.com)Campinho mostra a escalação do São Paulo para a partida contra o América-MG (Foto: GloboEsporte.com)

Na esquerda estará Centurión, que ao mesmo tempo em que empolga com suas arrancadas, leva o torcedor ao desespero com bolas perdidas e tentativas de dribles pelo meio dos marcadores. Apesar dos prós e contras, ele deverá ser titular também na partida de volta da Libertadores, na próxima quarta, em Medellín. O São Paulo precisa vencer por dois gols de diferença (2 a 0 para levar aos pênaltis ou 3 a 1, 4 a 2, etc, para se classificar no tempo normal).

Uma das razões do prestígio do argentino com o treinador compatriota é seu empenho na orientação de acompanhar e marcar os avanços do lateral adversário. Centurión é um dos que mais se dedicam nesse fundamento. Por isso, mesmo com sua baixa eficiência ofensiva, ele recebe tantas oportunidades do Patón.

O quarteto terá importância fundamental na partida e no futuro do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Primeiramente porque a equipe precisa subir na tabela – ocupa a décima colocação – e tentar se aproximar dos líderes. Além disso, nas duas próximas rodadas da competição, os adversários serão duríssimos: Corinthians e Grêmio, ambos fora de casa. Vencer o América-MG com a velocidade do trio e os gols de Kardec é primordial para o Tricolor.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.