São Paulo desafia tabu na Arena para se recuperar após goleada

O elenco do São Paulo tem uma receita simples para superar a goleada de 4 a 0 sofrida para o Palmeiras: vencer o próximo jogo. Para isso, no entanto, terá que pôr fim a um tabu histórico. O adversário será o Atlético-PR, que jamais foi derrotado pelo time paulista na Arena da Baixada. Em 14 confrontos, foram nove triunfos da equipe paranaense e cinco empates.

“Não sabia disso”, disse Michel Bastos, na segunda-feira, antevéspera do duelo válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

O meia esteve presente em um dos jogos do tabu, mas defendendo o adversário. Era ele o lateral esquerdo atleticano no empate por 0 a 0 de 30 de setembro de 2006. Apesar de reconhecer que é difícil vencer como visitante na Arena da Baixada, o agora são-paulino não tem outro resultado em mente.

“Sei como é a torcida lá, é complicado. Mas temos total confiança e qualidade para fazer o resultado. Depois de uma derrota como essa, as pessoas devem achar que estamos com a confiança lá embaixo, então nada melhor do que um resultado para tudo voltar ao normal. Estamos indo para lá da mesma forma como fomos contra o Palmeiras, para ganhar”, avisou.

“O torcedor queria o resultado, ainda mais em clássico, mas nada melhor do que ganhar para esquecer isso. É dentro de campo mesmo, com resultado positivo. Até para a gente continuar com nossa confiança mesmo, nada melhor do que ganhar para ter confiança. Hoje os torcedores estão frustrados, mas temos oportunidade de, na quarta-feira, mudar tudo isso”, reforçou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

“Não sabia disso”, disse o meia Michel Bastos, que já esteve do outro lado no histórico de 14 confrontos

O histórico do confronto na Arena da Baixada começou em 1999 e teve como mais recente capítulo um jogo em 2011. Daquele ano até a temporada passada, o estádio ficou fechado em razão de reforma para a Copa do Mundo. Das 14 partidas, apenas uma não se deu pelo Brasileiro, mas sim pela Copa Sul-americana (em 2008).

Para o desta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), o técnico Juan Carlos Osorio deve ter dois novos desfalques: o zagueiro Dória (que tenta estender sua permanência no clube) e o volante Hudson (suspenso pelo terceiro cartão amarelo). O próprio treinador também será baixa no banco de reservas, uma vez que foi expulso diante do Palmeiras. Quem orientará o time será o coordenador técnico Milton Cruz.

Histórico do duelo contra o Atlético-PR na Arena da Baixada:

16/11/2011 – Atlético-PR 1 x 0 São Paulo – Campeonato Brasileiro
08/08/2010 – Atlético-PR 1 x 1 São Paulo – Campeonato Brasileiro
23/08/2009 – Atlético-PR 1 x 0 São Paulo – Campeonato Brasileiro
12/08/2008 – Atlético-PR 0 x 0 São Paulo – Copa Sul-americana
18/05/2008 – Atlético-PR 1 x 1 São Paulo – Campeonato Brasileiro
02/12/2007 – Atlético-PR 2 x 1 São Paulo – Campeonato Brasileiro
30/09/2006 – Atlético-PR 0 x 0 São Paulo – Campeonato Brasileiro
20/08/2005 – Atlético-PR 4 x 2 São Paulo – Campeonato Brasileiro
15/08/2004 – Atlético-PR 1 x 0 São Paulo – Campeonato Brasileiro
09/11/2003 – Atlético-PR 4 x 3 São Paulo – Campeonato Brasileiro
22/09/2002 – Atlético-PR 1 x 1 São Paulo – Campeonato Brasileiro
05/12/2001 – Atlético-PR 2 x 1 São Paulo – Campeonato Brasileiro
26/08/2000 – Atlético-PR 2 x 1 São Paulo – Campeonato Brasileiro
14/10/1999 – Atlético-PR 4 x 1 São Paulo – Campeonato Brasileiro

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “São Paulo desafia tabu na Arena para se recuperar após goleada

  1. So acredito que o sao paulo ganhe das brisas na arena se o Ozorio fizer milagre, se tirar coelho da cartola, pq com o atual elenco nao vai a lugar nenhum e continuara a freguesia contra o Atletico, agora se ele mudar o time tirando os perebas que nao querem jogar ainda temos chance, por exemplo tirar as 2 aves e coloque os dois moleques da base, Joao Paulo e Boschilla, e se Souza e Michel estiverem ruim tb pode substituir no intervalo sem falta, coloque os garotos para jogar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.