São Paulo deixa lado esquerdo forte, mas pode começar 2015 sem lateral-direito

Com a contratação de Carlinhos, a diretoria do São Paulo agradou ao técnico Muricy Ramalho, afinal deixou bem reforçado um setor que ainda não passava total segurança. No entanto, o outro lado segue desguarnecido e a situação é preocupante, principalmente para o início da temporada 2015.

Isso porque, se não contratar um lateral-direito, o São Paulo deverá ter apenas o jovem Auro, de 18 anos, para a posição. Pior: nem com ele o técnico poderá contar no início dos trabalhos para reconquistar o título da Copa Libertadores.

Em janeiro, quando o Tricolor estiver em pré-temporada, e no início do Paulista, Auro estará com a Seleção Brasileira Sub-20 no Mundial da categoria, no Uruguai. Muricy terá de seguir improvisando, seja Hudson ou Paulo Miranda, já que Luis Ricardo, lateral de origem, não está nos planos e deve ser emprestado.

O problema é sério porque há um consenso no futebol brasileiro: carência de lateral-direito. Praticamente todos os clubes querem. Atual campeão brasileiro, o Cruzeiro contratou Fabiano, após bom campeonato pela Chapecoense.

Já na esquerda Muricy considera que o São Paulo agora está bem servido. O técnico ainda considera Alvaro Pereira um bom titular, mas está ciente de suas limitações técnicas. Ele elogiou as características de Carlinhos, recém-contratado.

– Com ele poderemos ter algumas variações, porque o Carlinhos ataca bastante, enquanto o Alvaro Pereira é mais marcador. Estamos montando um elenco com boas opções, e a chegada dele faz parte deste planejamento – afirmou o técnico.

Além dos laterais, Muricy quer um zagueiro, um volante, um meia e até dois atacantes rápidos para fechar o elenco para 2015. A diretoria corre atrás com as indicações e tenta guardar sigilo dos nomes.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.