São Paulo defende invencibilidade histórica contra o América-MG

Mesmo que o foco principal do São Paulo ainda seja a Libertadores, na qual o Tricolor precisa de um grande resultado para avançar à final, após perder a ida das semis no Morumbi, por 2 a 0, para o Atlético Nacional-COL, a partida contra o América-MG, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, também tem importância para o time de Edgardo Bauza.

Além dos três pontos, que podem elevar a equipe na tabela, além de dar um pouco mais de ânimo para o confronto na Colômbia, o Tricolor defende invencibilidade histórica frente ao clube mineiro. Em 14 jogos na história do confronto, os paulistas nunca saíram do gramado derrotados.

Ao todo, são nove vitórias do Tricolor, além de cinco empates. O primeiro encontro aconteceu em 1948, no Quadrangular de BH, e a partida terminou empatada sem gols. Os últimos duelos aconteceram em 2011, quando o América-MG competiu na Série A pela última vez, antes de 2016.

No primeiro turno, em Sete Lagoas, o São Paulo saiu na frente, com gol de Marlos. Porém, Kempes, hoje na Chapecoense, acertou bicicleta e decretou empate por 1 a 1, pela 17ª rodada.

Na 36ª jornada, aconteceu o encontro derradeiro entre as equipes. No Morumbi, Luis Fabiano deixou sua marca duas vezes, e Juan fez o terceiro. Alessandro diminuiu para os mineiros. A vitória do São Paulo definiu a queda do Coelho para a Série B.

Em 2016, mais uma vez, o América-MG faz campanha ruim, ocupando a lanterna, com oito pontos. Os paulistas têm 18, e ainda não embalaram no torneio. Neste domingo, às 16 horas (de Brasília), ambas equipes entrarão em campo buscando voltar a vencer, já que saíram derrotadas na última rodada. O Tricolor perdeu por 1 a 0 para a Ponte Preta, enquanto os mineiros, pelo mesmo placar, foram batidos pelo Atlético-PR.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.