São Paulo dará tratamento de atleta a Breno, mas não estipula prazos

O São Paulo aguarda a chegada de Breno no início de 2015 e dará a ele tratamento de atleta, porém, sem exigências e obrigações comuns a outros jogadores do elenco. Em 2011, o zagueiro foi acusado de incendiar a própria casa em Munique. No ano seguinte, foi condenado a três anos e nove meses de prisão. Em 2013, passou a cumprir regime semiaberto. A partir do próximo sábado, e ele poderá deixar a Alemanha pela concessão do “Beanstandungsfrei”, benefício à pessoa livre de queixas durante a detenção.

Breno foi vendido pelo São Paulo ao Bayern de Munique por R$ 33,7 milhões no fim de 2007, depois de ser um dos destaques da campanha do título brasileiro daquele ano. Na Europa, sofreu com lesões, foi emprestado ao Nuremberg, e chegou a acertar com a Lazio, da Itália, pouco antes do incidente. Desde dezembro de 2012, o zagueiro tem um contrato com o Tricolor, que paga uma ajuda de custo de R$ 9 mil mensais.

– Desde que ele teve a dificuldade pessoal, o São Paulo se ofereceu para colaborar com sua família na manutenção. Ele volta para o São Paulo. Estamos discutindo o processo de readaptação dele ao Brasil e a uma equipe competitiva como a nossa. Não defini data, ele tem necessidades especiais, e deve se apresentar como atleta do São Paulo – explicou o gerente executivo de futebol do clube, Gustavo Vieira de Oliveira, em participação no “Arena Sportv”.

breno bayern de munique ônibus (Foto: Agência AP)Breno no ônibus do Bayern de Munique, clube no
qual atuou entre 2008 e 2012 (Foto: Agência AP)

O vínculo, feito enquanto ele estava preso, tinha mais a intenção de ajudá-lo como cidadão e respaldar a família do atleta, revelado no São Paulo. Desde então, previa gatilhos de ajustes financeiros conforme o tempo. O contrato vai até 7 de outubro do ano que vem. Portanto, ao longo do primeiro semestre, sua extensão terá que ser avaliada.

A reapresentação do grupo está marcada para o dia 8 de janeiro. O clube, ao menos por enquanto, não estipulou uma data para o retorno de Breno. Os dirigentes sabem que ele terá de passar por um processo de readequação social no país de origem. Certo é que toda a estrutura do São Paulo estará à disposição do atleta.

Anahy Couto, psicóloga do clube, especializada na área esportiva, é uma das profissionais que poderão trabalhar com Breno. A comissão técnica também espera um jogador bem acima do peso que se considera ideal para exercer a profissão. Por isso, poderá fazer planos específicos de preparação física com Zé Mário e Sérgio Rocha.

Aos 25 anos, o defensor já foi submetido a duas cirurgias no joelho direito – a última em 2012. Isso significa que a fisioterapia do clube também dedicará atenção especial ao jogador. O São Paulo procura um zagueiro para integrar seu elenco em 2015, mas não considera Breno a solução. Pode até ser que ele se transforme nela durante a temporada, mas a prioridade da diretoria, neste momento, é reintegrá-lo ao clube e fazer dele, novamente, um atleta.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.