São Paulo conversa com Ceni sobre contrato para depois do adeus

O São Paulo aproveitou a reunião que selou a renovação de contrato de Rogério Ceni, na noite de quinta-feira, para conversar com o goleiro sobre a possibilidade de ele seguir no clube depois de pendurar as chuteiras, provavelmente no fim deste ano. Foi a primeira conversa mais aprofundada sobre o assunto desde que a diretoria começou a trabalhar em um contrato para o Mito virar um representante internacional do clube em ações de marketing. E, na visão dos dirigentes, o goleiro viu a ideia com bons olhos.

A informação do contrato que o São Paulo pretende oferecer a Ceni para depois do adeus foi publicada pelo LANCE! na última quarta-feira, antes do clássico contra o Santos. E, nesta sexta-feira, o presidente Carlos Miguel Aidar confirmou os planos de continuar com Ceni após 2015. Vale lembrar que, após marcar o gol da vitória no San-São, o goleiro criticou os exageros do marketing.

– Existe um projeto, conversei com ele. Não serão homenagens, almoço, jantar. Não é nada disso. O que nós queremos é que o Rogério se torne um embaixador do São Paulo. Mas não é aquele com título honorífico, com diploma atrás da parede, para ir em festa. Não, não é isso. É um embaixador que vai representar o São Paulo fora do Brasil. O Rogério tem um projeto muito interessante a partir do momento que ele parar. É bom ele contar, não eu. O São Paulo quer ser parte desse projeto. Acho isso muito bacana – disse Aidar, em entrevista ao canal SporTV.

Nos planos do São Paulo, Ceni encerra a carreira no fim deste ano e de janeiro de 2016 a dezembro de 2017 continua como funcionário do clube, participando de ações principalmente voltadas para expandir a imagem do Tricolor internacionalmente. Durante o período, ele receberia uma remuneração fixa e teria direito a porcentagens de receitas geradas com ações em que participasse. O clube espera que o contrato fique pronto nos próximos dias.

Internamente, os dirigentes evitam usar o termo “embaixador” com Ceni para se referir à função que pretende oferecer ao goleiro. A diretoria não quer, por exemplo, comparações com o que foi feito pelo Palmeiras com o ex-goleiro Marcos, que se aposentou em 2012 e passou a atuar como embaixador da agremiação pela qual construiu carreira. O Tricolor promete que o projeto para Ceni será muito mais amplo. Não deve utilizá-lo em ações como lançamento de camisas ou tour com torcedores, por exemplo.

O foco maior é no exterior. A diretoria está ciente de que Ceni deseja ser técnico e deve começar a se preparar para a função a partir de janeiro, quando se aposentar. Neste caso, se aceitar o contrato, o goleiro aproveitaria suas viagens ao exterior para estudar, como já tem em mente, e participaria de eventos representando o São Paulo. É esse projeto a que Aidar se referiu quando falou que o São Paulo gostaria de participar dele.

Fonte: Lance

2 comentários em “São Paulo conversa com Ceni sobre contrato para depois do adeus

  1. Só Imbecilidade, mas não poderia ser de outra maneira, enquanto houver um VP de MKT que não tem “expertise” para tocar o barco, acho que nem um diplominha de faculdade vagabunda ele tem.Só sabe cerzir e se meter em brigas.

  2. Um monte de nada…
    Mais uma besteira dessa atual diretoria. O que acrescentaria ao clube essa representação internacional? O que de grande tem o SP para fazer internacionalmente, se nem dentro do país consegue boas coisas – como, por exemplo, se associar à uma grande empresa que lhe proporcionasse algum patrocínio importante – que necessite de um profissional remunerado morando fora do país? Na realidade mais parece uma bolsa de estudos ao RC, como se ele não tivesse condições de se manter sozinho…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.