São Paulo cede 15% dos direitos econômicos a Antony em renovação

Antony passará a ter 15% dos direitos econômicos do seu contrato com o São Paulo a partir de janeiro. O repasse foi uma contrapartida do clube ao jogador pela assinatura da renovação do vínculo, em julho.

Naquele mês, o atacante e o Tricolor prorrogaram o contrato até junho de 2024. A partir do ano que vem, portanto, o São Paulo, que antes tinha 100% dos direitos, terá 85%.

Na janela de transferências, no meio do ano, o São Paulo disse ter recusado oferta de 20 milhões de euros pelo jogador. A oferta do Manchester City incluía uma ida ao Sporting, de Portugal.

Tanto o Tricolor quanto Antony decidiram pela permanência. Em caso de transferência, o atacante receberia mais dinheiro. Por isso, o São Paulo propôs ceder uma fatia dos direitos para amenizar essa diferença.

No meio do ano, a postura do São Paulo, liderado pelo presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, foi de não vender os principais destaques de Cotia, a não ser pelo pagamento da multa. A cláusula de rescisão de Antony é de 50 milhões de euros (cerca de R$ 225 milhões).

Mas o clube planeja vender jogadores para equilibrar as contas, segundo o relatório da diretoria distribuído aos conselheiros. O GloboEsporte.com teve acesso ao documento.

Isso porque o São Paulo registrou déficit de R$ 76,5 milhões de janeiro a agosto. A venda de Morato ao Benfica, definida no começo de setembro, não é incluída no acumulado até agosto.

Agora, Liziero (observado pelo Barcelona), Igor Gomes e o próprio Antony são alguns dos garotos de Cotia mais valorizados.

Na janela, o São Paulo esperava ganhar dinheiro com:

David Neres: clube tem direito a 20% de futura negociação em revenda do Ajax, mas ele renovou contrato;

Lucas Perri: estava emprestado, mas não foi comprado pelo Crystal Palace;

Arboleda: havia expectativa de valorização na Copa América, mas a seleção do Equador foi eliminada na primeira fase, e a proposta de empréstimo do Kansas City foi recusada.

Convocado por André Jardine para a seleção olímpica, Antony é considerado um jogador valioso no mercado. Ele caminha para participar da Olimpíada de Tóquio, em 2020, o que poderia colocá-lo em mais evidência.

Diante da necessidade de vendas do São Paulo, uma eventual nova proposta por Antony seria analisada pela diretoria.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “São Paulo cede 15% dos direitos econômicos a Antony em renovação

  1. Ok. Agora eu gostaria de vê-lo atuando pela esquerda. Já sabemos o que pode produzir pela direita jogando contra equipes pequenas e grandes. Não custa fazer um teste colocando o atleta no lugar onde pode render mais pelo time.

    Na direita, os marcadores fecham e deixam o lado direito para o Antony jogar. No entanto, ele não possui explosão, nem habilidade no pé direito para sair jogando. O mais natural seria que Antony jogasse pela esquerda como um verdadeiro ponta. Tenho certeza que faria inúmeras jogadas de linha de fundo. Muito mais do que na direita. #Antonynaesquerda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.