São Paulo aposta em experiência de atletas em sua estreia na Copinha

A eficiência do trabalho desempenhado pelo São Paulo em suas categorias de base será colocada à prova mais uma vez. O Tricolor iniciará a sua busca pelo tetracampeonato da Copa São Paulo de Juniores nesta sexta-feira, às 21 horas (de Brasília), no estádio Professor Luís Augusto de Oliveira, em São Carlos. O adversário será o mato-grossense União Rondonópolis, que não compartilha dos mesmos objetivos dos paulistas.

Diferente do São Paulo, o clube da Região Centro-Oeste busca apenas a classificação à próxima fase da Copinha. A missão, entretanto, será difícil. O Tricolor conta com a experiência do técnico Sérgio Baresi e a vivência de um grupo que já está acostumado com as grandes competições nacionais. Caso o treinador ache conveniente, o time poderá contar com pelo menos cinco atletas chamados por Ney Franco ao elenco principal.

Entre os relacionados, a maior esperança é depositada em cima de Rodrigo Caio. O jovem volante chegou a ser improvisado como zagueiro e lateral na última temporada e se tornou o grande nome defensivo da equipe nesta Copinha. Além do jogador, o Tricolor também contará com João Schmidt, Luiz Eduardo, Lucas Farias e Henrique Miranda ao longo da competição.

Divulgação/Site Oficial

João Schmidt, Henrique Miranda, Luiz Eduardo, Lucas Farias e Rodrigo Caio são as esperanças tricolores na Copinha

“Sem dúvidas o São Paulo terá um dos times mais experientes. Ao todo serão cinco atletascom passagens entre os profissionais. Isso vai fazer muita diferença quando chegarmos nas fases finais da competição. Estamos bem preparados e vamos em busca do título”, afirmou Rodrigo Caio.

Mesmo com a experiência do grupo sub-20, Baresi quer evitar qualquer surpresa na primeira fase do torneio e já destacou toda a sua preocupação com relação ao desconhecido oponente desta sexta-feira – em 2012, o São Paulo tropeçou em jogos considerados fáceis e foi eliminado ainda na etapa de grupos do campeonato. “Estamos buscando informações sobre todas as equipes. É papel nosso correr atrás disso para evitar tropeços. A partir do momento em que o árbitro apita, temos que fazer valer o peso da nossa camisa”, declarou o técnico, à TV Gazeta.

Antes de o São Paulo colocar o seu favoritismo dentro de campo, o Grupo M terá início com a partida entre São Carlos-SP e Guaicurus-MS, às 15 horas (de Brasília), no mesmo estádio que receberá a estreia tricolor. Em todas as edições da Copinha, o clube paulista chegou a nove finais diferentes e conquistou três títulos. O maior vencedor do torneio é o rival Corinthians, que já se sagrou campeão por oito vezes.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*