São-paulinos pregam respeito ao Católica, que não vive bom momento

Na fase de quartas de final da Copa Sul-Americana, o São Paulo teve pela frente a Universidad de Chile, melhor equipe do seu país e atual campeã da competição continental. Apesar da qualidade do rival, o Tricolor conseguiui duas boas vitórias – 2 a 0 em Santiago e 5 a 0 no Pacaembu – e garantiu presença na semifinal, quando voltará a enfrentar uma equipe do mesmo país. Desta vez, o adversário será a Universidad Católica.

No cenário do futebol local, os dois rivais vivem momentos muito distintos. Além de forte nos torneios continentais, La U de Jorge Sampaoli lidera o torneio Clausura, com 33 pontos, ao lado do Colo Colo. A Católica, por sua vez, não conseguiu vaga nos playoffs, resultado que colocou muita pressão em cima do técnico uruguaio Martin Lasarte.

Apesar da diferença de momento vividos pelos dois adversários chilenos, os são-paulinos descartam favoritismo e pregamrespeito ao rival.

– Temos de jogar da mesma maneira que fizemos contra La U, quando saímos para jogo, tomamos a iniciativa nas duas partidas. O Ney ainda vai passar um vídeo da Catolica para sabermos os pontos fortes do adversário. Mas sem dúvida não será fácil – afirmou Rhodolfo.

O que facilita para o São Paulo é que o time já tem vaga na primeira fase da Libertadores do ano que vem através da boa campanha no Campeonato Brasileiro. Com isso, o foco pode voltar todo para a Sul-Americana.

– Não existe melhor maneira para encerrar o ano do que com um título e é isso que vamos buscar – ressaltou o atacante Osvaldo.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*