São-paulinos lamentam gol no início do jogo: ‘Chute fantástico’, diz Ceni

Aos 12 minutos do primeiro tempo, Ederson aproveita contra-ataque e cruza da esquerda. A bola passa por toda a grande área e encontra Marcelo, que sem deixar a bola cair, dominou com estilo e completou com um chute forte, sem chance para o goleiro Rogério Ceni. Na visão dos tricolores, a vantagem logo na segunda investida do Furacão na partida praticamente definiu a vitória por 3 a 0 do Atlético-PR diante do São Paulo, na tarde deste domingo, no estádio Durival Brito, em Curitiba, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Capitão do Tricolor, Ceni deixou o gramado da Vila Capanema reconhecendo a superioridade dos paranaenses. O camisa 1 ainda enalteceu a dificuldade do gol marcado por Marcelo – Luiz Alberto e Ederson fecharam o marcador.

– O primeiro contra-ataque mudou o jogo bastante. Eles fizeram o gol muito cedo em uma bola que era nossa. O menino (Marcelo) dominou bem e pegou um chute fantástico. O Atlético-PR foi superior ao São Paulo, não tem muito o que falar – analisou o goleiro.

Improvisado na defesa, Rodrigo Caio formou dupla de zaga ao lado de Antônio Carlos neste domingo. Para o jovem são-paulino, o lance logo no início da partida obrigou o São Paulo a mudar a sua tática para o confronto em Curitiba.

– Tomamos o gol muito cedo. Viemos com o propósito de marcar forte e não conseguimos. O contra-ataque deles ganhou – disse.

Com a derrota, o São Paulo viu sua série invicta de dez partidas acabar. Mas nada que preocupe muito os tricolores A equipe do técnico Muricy Ramalho se manteve 46 pontos, na 8ª colocação. O próximo compromisso no Campeonato Brasileiro será contra o Flamengo, no estádio Novelli Júnior, em Itu, às 21h50m (horário de Brasília).

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*