São-paulinos celebram empate mas reclamam de violência dos argentinos

O elenco são-paulino saiu da Bombonera satisfeito com o resultado de 0 a 0 contra o Tigre, mas aborrecido com a violência durante o primeiro jogo da final. Agora, os jogadores do Tricolor têm confiança de conquistar o título no Morumbi, na próxima quarta-feira, mas longe das provocações.

– O resultado é bom, vamos ter a oportunidade de decidir no Morumbi, está empatado – disse Jadson, substituído no segundo tempo, para a entrada de Cícero.

Osvaldo e Rhodolfo partilham da visão do camisa 10. O atacante, que foi um dos que mais sofreram faltas na partida, reclamou da violência e da provocação dos argentinos do Tigre que, ainda no primeiro tempo, rendeu a expulsão do centroavante Luis Fabiano:

– Sabíamos que eles iriam entrar assim, mas é um bom resultado, vamos decidir em casa. Eles ficam dando cotovelada por trás, no meio da confusão, foram vários pontapés – afirmou, ao fim do jogo.

– Eles batem muito, e a sabíamos que seria assim. É muita violência – disse o zagueiro.

Lucas, que deixou a ponta direita depois da expulsão de Luis Fabiano e passou a atuar centralizado no meio de campo, promete total empenho na próxima quarta-feira, no Morumbi, para não deixar o título escapar do São Paulo:

– Pela nossa história, temos que vencer esse jogo no Morumbi. Não há outro resultado. Vai ser o jogo da minha vida, é muito importante. Vale todo nosso ano.

Para a decisão, que acontece na próxima quarta-feira, no Morumbi todos os 64 mil ingressos colocados à venda já foram vendidos.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*