Santos recusa nova oferta do São Paulo por Ganso e critica o rival

O Santos recusou a nova proposta do São Paulo para contratar o meia Paulo Henrique Ganso. No final da tarde desta quinta-feira, o Tricolor aumentou a oferta inicial, feita há duas semanas, e propôs cerca de R$ 12,5 milhões por 45% dos direitos econômicos do atleta. O Alvinegro entende que o valor é muito distante do que o camisa 10 vale e inclusive lamentou a postura do rival adotada na nova investida.

Isso porque, de acordo com o Santos, que publicou outra nota oficial na noite desta quinta-feira (veja abaixo), o diretor de futebol do São Paulo, Adalberto Baptista, havia desistido do jogador na última quarta-feira, mas voltou atrás. A postura irritou o Peixe e a relação entre os dois clubes fica estremecida.

 

Com a negativa, o time de Vila Belmiro mantém o que havia garantido na semana passada, quando, em nota oficial, afirmou que só negociaria o meia pelo valor integral da multa rescisória (R$ 53 milhões, dos quais R$ 29,2 milhões – 55% – são de direitos da DIS). Na nova nota, a postura foi reafirmada.

Ganso já participou de cinco jogos no Campeonato Brasileiro. Para poder defender outra equipe da Série A ainda na temporada, ele só poderá atuar em mais um.

Na tarde desta quinta, o LANCENET! revelou que o Peixe estuda nova proposta salarial para renovação de contrato e pode se reunir com o meia nos próximos dias. A atitude significa uma volta atrás do presidente Luis Alvaro Ribeiro, que, “de saco cheio”, já tinha dado a questão por encerrada.

Vale lembrar que, a partir de fevereiro, a multa sofrerá um decréscimo de cerca de R$ 5 milhões pela lei, ficando em torno de R$ 19 milhões e, reformulando o contrato de Ganso até lá, o Santos poderia renegociar tal valor.

Após a derrota para o Bahia, na última quarta-feira, na Vila Belmiro, Ganso foi muito hostilizado por torcedores do Santos, que o chamaram de mercenário. Além disso, alguns vândalos picharam o muro do CT Rei Pelé, pedindo a saída dele do clube. Nesta quinta, na nova nota, o Santos manifestou apoio ao jogador e o classificou como ídolo.

A renovação do contrato de Ganso com o Santos se arrasta há dois anos. Em 2010, o clube pretendia fazer um plano de carreira para o camisa 10 assim como fez para Neymar, mas o jogador machucou o joelho e a diretoria resolveu adiar a proposta. Depois, foram várias as investidas do Alvinegro, mas nenhuma com sucesso. Atualmente, o salário do armador é de R$ 150 mil.

NOTA OFICIAL DO SANTOS DESTA QUINTA-FEIRA

“O Santos FC vem a público, mais uma vez, afirmar que a nota oficial publicada na última sexta-feira (reproduzida abaixo) sobre o atleta Paulo Henrique Ganso continua mais válida e atual do que nunca: seus direitos federativos não estão à venda. O meia está sob contrato até fevereiro de 2015 e o documento prevê multas tanto para o exterior quanto para o Brasil. Times interessados devem realizar o depósito relativo ao valor integral da multa na conta corrente do Santos e enviar o comprovante por fax à Presidência.

Lamentamos a insistência do São Paulo FC em enviar propostas com cifras muito abaixo do valor da multa, ignorando a nota oficial do Santos FC. Mais ainda: um dia depois do São Paulo ter desistido da negociação em conversa telefônica entre o seu diretor Adalberto Baptista e o membro do Comitê de Gestão do Santos FC, Pedro Luiz Nunes Conceição. Por conta disso, tal como da primeira investida, rejeitamos liminarmente a segunda proposta encaminhada.

O Clube aproveita a oportunidade para manifestar total apoio a Paulo Henrique Ganso por conta das manifestações ocorridas ao final da partida contra o Bahia, na noite de ontem.

Continuamos confiando no talento e na identificação do jogador com a camisa do Santos, que permanece sendo um ídolo do Clube.”
Fonte: Lance

Um comentário em “Santos recusa nova oferta do São Paulo por Ganso e critica o rival

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*