Santos acusa São Paulo de aliciar Ganso e prepara dossiê para Fifa

A última proposta do São Paulo pelo meia Paulo Henrique Ganso irritou a diretoria santista. Além de recusar a oferta e emitir nota oficial reprovando a atitude do rival, o Alvinegro alega que o clube do Morumbi aliciou o camisa 10. Revoltados, os cartolas alvinegros preparam um dossiê reclamando da postura tricolor, que será enviado a Fifa.

O Santos garante ter provas de que o São Paulo negociou com Ganso sem permissão. Mais ainda: o Peixe diz que, quarta-feira, um dia antes de fazer nova proposta pelo meia, o diretor de futebol tricolor, Adalberto Baptista, em conversa telefônica com Pedro Luiz Nunes Conceição, membro do Comitê de Gestão do Peixe, disse que havia desistido de contratar o camisa 10.

 

A relação entre os coirmãos paulistas, que já não era boa desde a primeira investida são-paulina por Ganso, ficou ainda mais estremecida.

Com a recusa da proposta tricolor, o time da Vila Belmiro mantém o que havia garantido na semana passada, quando, em nota oficial, afirmou que só negociaria o meia pelo valor integral da multa rescisória (R$ 53 milhões, dos quais R$ 29,2 milhões – 55% – são de direitos da DIS). Na nova nota, a postura foi reafirmada.

Na tarde desta quinta, o LANCENET! revelou que o Peixe estuda nova proposta salarial para renovação de contrato e pode se reunir com o meia nos próximos dias. A atitude significa uma volta atrás do presidente Luis Alvaro Ribeiro, que, “de saco cheio”, já tinha dado a questão por encerrada.

Vale lembrar que, a partir de fevereiro, a multa sofrerá um decréscimo de cerca de R$ 5 milhões pela lei, ficando em torno de R$ 19 milhões e, reformulando o contrato de Ganso até lá, o Santos poderia renegociar tal valor.

Após a derrota para o Bahia, na última quarta-feira, na Vila Belmiro, Ganso foi muito hostilizado por torcedores do Santos, que o chamaram de mercenário. Além disso, alguns vândalos picharam o muro do CT Rei Pelé, pedindo a saída dele do clube. Nesta quinta, na nova nota, o Santos manifestou apoio ao jogador e o classificou como ídolo.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*